Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2918

Title: Regeneração da barbatana caudal em peixe-zebra (Danio rerio): uma perspectiva biofísica
Authors: Ferreira, Fernando Ricardo da Silva, 1987-
Advisor: Certal, Ana Catarina
Thorsteinsdóttir, Sólveig, 1962-
Keywords: Biologia do desenvolvimento
Regeneração de tecidos
Peixe-zebra
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Abstract: O peixe-zebra (Danio rerio) regenera vários órgãos, o que o torna um excelente modelo para estudos de regeneração. Partindo de uma hipótese biofísica onde fluxos iónicos e correntes associadas são considerados eventos epigenéticos à regeneração, determinou-se o perfil de fluxos extracelulares dos iões cloreto e sódio na barbatana caudal durante as diferentes fases da regeneração. Como esperado, imediatamente após a amputação observou-se uma saída massiva destes iões. Após o fecho da ferida, ambos os perfis de fluxos de cloreto e sódio revelaram padrões dinâmicos que acompanham a regeneração. Embora não tenha sido detectado qualquer influxo de sódio durante e após a formação do blastema, como postulado noutros sistemas, a inibição farmacológica de canais de sódio perturbou a regeneração, indicando que este ião é importante no mecanismo. Dada a ausência de influxo de sódio, o efluxo de cloreto emergiu assim como provável responsável pela corrente de entrada característica dos sistemas regenerantes. Foram ainda detectados três padrões bioeléctricos interessantes: (1) um padrão raio/inter-raio; (2) um possível padrão centro/extremidade da barbatana; e (3) uma diferença do padrão de fluxos entre amputação proximal e distal. Estes padrões poderão conter informação mitogénica e morfogénica. Estes resultados parecem apoiar a ideia de que os mecanismos bioeléctricos têm um papel importan-te e conservado na regulação da regeneração.
Zebrafish (Danio rerio) regenerates several organs, rendering it an excellent regeneration model. Starting from a biophysical hypothesis where ionic fluxes and associated currents are considered epi-genetic events to regeneration, the extracellular flux profiles for chloride and sodium were determined in the caudal fin during different stages of regeneration. As expected, immediately after amputation there was a massive outflow of these ions. After wound closure, both profiles of chloride and sodium fluxes showed dynamic patterns that accompany regeneration. Although no sodium influx was detected during and after blastema formation, as postulated in other systems, pharmacological inhibition of sodium chan-nels perturbed regeneration, pointing to a role for this ion in the regeneration mechanism. Given the ab-sence of sodium influx, chloride efflux thus emerges as the putative ion responsible for the inward current characteristic of regenerating systems. Three interesting bioelectric patterns have been detected: (1) a parttern ray/inter-ray; (2) a possible pattern center/extremity of the fin; and (3) a difference in the pattern of fluxes between the proximal and distal amputation. These patterns may contain mitogenic and morpho-genic information. These results seem to support the idea that the bioelectric mechanisms do play an important and conserved role in regulating regeneration.
Description: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Evolutiva e do Desenvolvimento). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/2918
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc090638_tm_Fernando_Ferreira.pdf2.77 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE