Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Ciências Sociais (ICS) >
ICS - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/292

Título: Agência, valor e políticas de identidade : uma aproximação antropológica aos objectos de arte
Autor: Amaral, Ana Rita de Almeida, 1981-
Orientador: Sarró, Ramon, 1962-
Porto, Nuno, 1965-
Palavras-chave: Objectos de arte
Valor
Agência
Identidades indígenas
Políticas de reconhecimento
Biografia social do artefacto
Cultura material
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: Esta tese consiste numa revisão bibliográfica sobre a temática do estudo antropológico dos objectos de arte, à luz da discussão dos conceitos de agência e de valor. Os objectos de arte são pensados enquanto agentes num nexo de arte, constituído pelas relações sociais entre vários tipos de agentes na vizinhança desses objectos de arte. A noção de valor e a atenção aos processos de constituição de regimes de valor, permite estender este modelo de agência à circulação complexa de objectos de arte entre as escalas locais, nacionais e globais. Esta grelha teórica torna-se particularmente útil para pensar contextos pós-coloniais ou Estados settler , nos quais as relações entre identidades indígenas e entidades nacionais se revestem de uma complexidade particular, na qual os objectos de arte actuam como agentes de mediação de políticas de reconhecimento ou não reconhecimento dessas identidades. Como tal, são focados casos etnográficos de artistas contemporâneos, cujos trabalhos e trajectórias sociais vão ao encontro desta problematização, como é o caso de Shibboleth de Doris Salcedo; o Aviso e trabalho de Jimmie Durham depois do Indian Arts and Crafts Act; a transformação das pinturas aborígenes australianas em acrílico e sua entrada nos mercados internacionais da arte, circulando entre diferentes regimes de valor - locais (o modo como são concebidas pelos pintores Pintupi da região de Papunya), nacionais (mudanças na relação com o Estado Australiano e respectivas políticas de reconhecimento) e globais (circulação destes objectos e sua recontextualização em galerias de arte e museus em cidades como Nova Iorque ou Paris); e finalmente, o nexo da arte na costa noroeste canadiana e o trabalho do artista contemporâneo Michael Nicoll Yahgulaanas. Esta tese reflecte um percurso de aproximação à bibliografia sobre a temática, conduzindo ao levantamento de questões para investigação futura.
This thesis consists of a bibliographical revision on the theme of the anthropology of art, in the light of the discussion of two main concepts: agency and value. Art objects are seen as agents in an art nexus, ie, the social relations between various kinds of agents in the vicinity of those objects. The notion of value and the attention to the constitution of regimes of value is useful to extend this agency model to include the constituencies of the complex circulation of art objects today at local, national and global scales. This theoretical grid becomes particularly helpful to think post-colonial or settler states' contexts, where the relations between indigenous identities and national states have a particular complexity, and where art objects act as agents mediating different politics of recognition or non recognition of those identities. Ethnographic cases of contemporary artists, whose works and social trajectories meet the discussion presented, are focused, like the work Shibboleth by Doris Salcedo; the legal disclaimer and work of Jimmie Durham after de Indian Arts and Crafts Act; the transformation of aboriginal acrylic painting into fine art, and its entrance in the international art market in late Twentieth Century, circulating through different regimes of value: local (how their value is thought by Pintupi painters of Papunya), national (reflecting the changing relations between aborigines and Australian State, and its politics of recognition) and global (their circulation and recontextualization in art galleries and museums in cities like New York or Paris); and finally, the Canadian Northwest Coast art nexus and work by contemporary artist Michael Nicoll Yahgulaanas. This thesis reflects a path towards the anthropological study of art objects, aiming to develop interesting and serious questions for further research.
Descrição: Tese de mestrado em Antropologia Social e Cultural, apresentada à Universidade de Lisboa através do Instituto de Ciências Socias em 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/292
Appears in Collections:ICS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17051_00Capa.pdf82,35 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17052_01Indice.pdf44,46 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
17053_02Tese.pdf1,64 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE