Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/29563
Título: A utilização da membrana de colagénio de origem suína para o recobrimento radicular de recessões classe I e II de Miller em pacientes saudáveis: uma revisão sistemática
Autor: Belo, Teresa de Jesus Rebello de Andrade
Orientador: Noronha, Susana, 1973-
Mascarenhas, Paulo, 1973-
Palavras-chave: Saúde oral
Teses de mestrado - 2017
Data de Defesa: 2017
Resumo: Introdução: As recessões gengivais são potenciadas por uma vasta variedade de factores etiológicos, atingindo grande parte da população. Factores como a insatisfação estética, hipersensibilidade e dificuldade na higiene oral levam à procura de tratamento para esta condição. A membrana xenogénica de colagénio – MXC, é um material regenerativo que surge como alternativa no recobrimento radicular de dentes e implantes. Materiais e métodos: A revisão sistemática foi preparada em concordância com os critérios PRISMA (Statement for Reporting Systematic Reviews and Meta-Analyses of Studies). A pesquisa foi realizada durante o mês de Outubro e Novembro de 2016 em português e inglês. As bases de dados utilizadas foram Cochrane Database of Reviews, PubMed e LILACS. Foram apenas seleccionadas Revisões Sistemáticas e Ensaios Clínicos Randomizados – RCT’s. O objectivo primário consistiu em avaliar sistematicamente a eficácia da MXC no recobrimento radicular de recessões classes I e II de Miller. Resultados: Dez RCT’s foram incluídos na revisão sistemática. O enxerto de tecido conjuntivo subepitelial (ETC) foi superior a MXC de forma estatisticamente significativa na obtenção de recobrimento radicular e no incremento de espessura gengival. A maior largura de tecido queratinizado alcançada com o ETC, embora ilustrada nos gráficos com significância, não é clara pelo valor de heterogeneidade encontrado. A MXC foi estatisticamente superior ao retalho de reposicionamento coronal (RRC) no recobrimento radicular, tecido queratinizado e espessura gengival alcançados. Conclusão: A MXC é uma alternativa eficaz e passível de ser implementada, ainda que permaneça inferior à técnica gold standard – ETC. No entanto, a utilização da membrana traz uma enorme vantagem, não necessita de uma segunda ferida cirúrgica tornando o pós-operatório mais facilitado, menos doloroso e confortável para o paciente.
Introduction: Gingival recessions are stimulated by a variety of etiologic factors, enabling it to reach a large part of the population. Factors such as aesthetic appearance, hypersensitivity and poor oral hygiene lead to the search for treatment to this medical condition. The xenogenic collagen membrane – XCM, is a regenerative material which emerges as an alternative method to the root coverage of teeth and implants. Materials and methods: The systematic review has been set up according with the PRISMA criteria (Statement for Reporting Systematic Reviews and Meta-Analyses of Studies). The respective research was conducted through the months of October and November 2016, both in Portuguese and in English. The databases used for reference were Cochrane Database of Reviews, PubMed e LILACS. Only Systematic Reviews and RCT’s (randomized controlled trials) have been selected. The primary objective consisted of systematically evaluate the effectiveness of XCM in root coverage of Miller’s recessions classes I and II. Results: Ten RCT’s have been included in the systematic review. The subepithelial connective tissue graft (CTG) was statistically significantly higher than XCM, when obtaining root coverage and gingival thickness. The largest length of keratinized tissue for CTG, although significantly illustrated in the charts, isn’t exactly clear, given the heterogeneity level found. XCM was statistically superior to the coronally advanced flap technique (CAF) on the achieved levels of root coverage, keratinized tissue and gingival thickness. Conclusion: XCM is an effective capable alternative to be implemented, although it remains inferior to the gold standard technique – ETC. Yet, the use of the membrane holds a great advantage, as it doesn’t require a second surgical wound, enabling an increasingly manageable post-op, which becomes less painful and more comfortable to the patient.
Descrição: Tese de mestrado, Medicina Dentária, Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Dentária, 2017
URI: http://hdl.handle.net/10451/29563
Designação: Mestrado Integrado em Medicina Dentária
Aparece nas colecções:FMD - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfmd08360_tm_Teresa_Belo.pdf2,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.