Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/29567
Título: Cefaleias após acidente vascular cerebral isquémico : estudo prospetivo por um período de 6 meses
Autor: Martins, Teresa Isabel Guerreiro Antunes, 1991-
Orientador: Verdelho, Ana
Palavras-chave: Cefaleias
Acidente vascular cerebral
Isquemia
Neurologia
Data de Defesa: 2016
Resumo: Na literatura encontram-se poucos estudos sobre a cefaleia de novo após AVC e os critérios do IHS não descrevem detalhadamente as características destas cefaleias. Dada a escassez de dados, definimos como objetivo do nosso estudo: 1) descrever as cefaleias após AVC isquémico (fase aguda e após 6 meses); 2) avaliar fatores demográficos e clínicos associados às cefaleias e 3) analisar se as cefaleias na fase agudas e após 6 meses são reativação de cefaleia prévia ao AVC ou cefaleia de novo, associada ao evento vascular. Incluímos 60 doentes com AVC isquémico, cerca de metade apresentaram cefaleias tanto na fase aguda como 6 meses após AVC, das quais metade foram reativações de cefaleias primárias. As cefaleias de novo surgiram em cerca de 20% dos doentes. Na fase aguda, as cefaleias tiveram início súbito, mais frequentemente de tipo peso/moinha, localização anterior, unilateral/bilateral, de intensidade leve/moderada, classificada como tipo-tensão ou tipo-enxaqueca, sendo inclassificáveis em um terço dos casos, associando-se a história prévia de depressão e cefaleia. A cefaleia 6 meses após AVC foi predominantemente tipo peso/moinha, localização anterior ou posterior, unilateral ou bilateral, de intensidade leve a moderada, classificada como tipo-tensão e sem associações com fatores demográficos ou clínicos. Contudo, não é claro se as cefaleias estão relacionadas com o AVC ou se são primárias de novo.
New-headaches after stroke are poorly described in the literature and in the IHS criteria, the features of headaches related to stroke are not well defined. We aim to: 1) describe the features of headaches related to the ischemic stroke, in the onset and 6 months after stroke; 2) analyse demographic and clinical factors related to the headache; 3) define if headaches in the onset and 6 months after stroke are a reactivation of a previous headache or a truly new headache related to stroke. We included 60 patients with ischaemic stroke, half of the patients had headaches in the stroke onset and 6 months after stroke. Headache was a reactivation in half of the headache patients. New-headache was a complaint in 20% of the patients. In the stroke onset, the headache was described has a mild-moderate, suddenly pain, pressure type, located in the anterior region, unilateral or bilateral, classified has tension-type or migraine-type, being unable to be classified in one-third. It was related to previous history of depression and headache. Six-months after stroke, the headache was described as a mild-moderate pain, almost always pressure-type, located in the anterior or posterior region, unilateral or bilateral, classified as tension-type. It was not related to any variable. However, it was not clear if this headache was related to the stroke or it was a new primary headache.
Descrição: Trabalho Final do Curso de Mestrado Integrado em Medicina, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2016
URI: http://hdl.handle.net/10451/29567
Designação: Mestrado Integrado em Medicina
Aparece nas colecções:FM – Trabalhos Finais de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeresaGMartins.pdf403,33 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.