Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/2968

Título: Determinantes genéticos de resistência e de virulência em estirpes uropatogénicas da comunidade
Autor: Barreiras, Maria de Fátima Barbosa Salvador, 1972-
Orientador: Duarte, Aida, 1948-
Chambel, Lélia Mariana Marcão, 1964-
Palavras-chave: Biologia molecular
Infecções urinárias
Bactérias
Escherichia coli
Resistência aos antibióticos
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: As infecções do tracto urinário são um problema de saúde importante em todo o mundo, com muitos milhares de casos por ano. Escherichia coli uropatogénica (UPEC) é uma das principais causas de doenças infecciosas no Homem e é de longe a causa mais comum de infecções urinárias (IU). Estas bactérias têm vindo a desenvolver mecanismos de virulência e de resistência aos antimicrobianos mais utilizados em clínica tornando-se num problema de saúde pública com importantes implicações económicas e sociais. Com este trabalho pretende-se estudar a presença de factores de virulência em estirpes uropatogénicas de Escherichia coli responsáveis por infecções recorrentes assim como por cistites não complicadas na comunidade e sua relação com os mecanismos de resistência aos antibióticos (em especial às fluoroquinolonas). Verificou-se que 65% dos isolados de E. coli susceptíveis aos antibióticos pertencem a um grupo filogenético considerado patogénico, grupo D, enquanto 57% dos isolados resistentes, principalmente às fluoroquinolonas e responsáveis por cistites não complicadas, pertencem ao grupo A (comensais). Estes resultados, associados ao facto dos isolados de E. coli susceptíveis serem os que têm maior número de fímbrias 1 e P e as únicas que expressam o gene usp, são um indício de que a presença de estirpes de E. coli sensíveis mas patogénicas pode levar à sua permanência no hospedeiro e consequentemente a infecções recorrentes.
Urinary tract infections (UTIs) are a major health problem worldwide, with many thousands of cases per year. The uropathogenic Escherichia coli (UPEC) is one of the principal causes of infectious diseases in humans and is by far the most common cause of UTI. These bacteria have been developing mechanisms of virulence and resistance to antimicrobials commonly used in clinical therapeutics thus becoming a public health problem with significant economic and social implications. This work aims to study the presence of virulence factors in uropathogenic strains of Escherichia coli responsible for recurrent infections as well as for uncomplicated cystitis in the community and its relationship with the mechanisms of resistance to antibiotics (particularly fluoroquinolones) It was found that 65% of the E. coli isolates susceptible to antibiotics belong to a phylogenetic group considered pathogenic, group D, while 57% of the resistant isolates, mainly to fluoroquinolones and responsible for uncomplicated cystitis, belong to group A (commensals). These results, associated to the fact that susceptible E. coli isolates are those with a greater number of fimbriae 1 and P and the only ones that express the gene usp, are an indication that the presence of strains of E. coli sensible but pathogenic can lead them to remain in the host and consequently to recurrent infections.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Molecular Humana). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/2968
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc090559_tm_Maria_Barreiras.pdf934,38 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE