Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/3004
Título: O litoral português na época contemporânea : representações, práticas e consequências : os casos de Espinho e do Algarve (c.1851 a c. de 1990)
Autor: Freitas, Joana Gaspar de, 1978-
Orientador: Matos, Sérgio Campos, 1957-
Dias, João Alveirinho, 1947-
Palavras-chave: Litoral - Algarve (Portugal) - séc.19-20
Litoral - Espinho (Portugal) - séc.19-20
Urbanismo
Ecologia humana
Turismo - Portugal - séc.19-20
Gestão do ambiente - Portugal
Teses de doutoramento - 2011
Data de Defesa: 2010
Resumo: Neste trabalho traçámos a evolução da ocupação humana do litoral português durante os séculos XIX e XX, mostrando como um território praticamente vazio e desprezado – habitado apenas por comunidades piscatórias – se transformou em local privilegiado de vilegiatura das elites e, algumas dezenas de anos depois, no principal destino de férias da população. Observámos como as imagens acerca do litoral mudaram consoante os usos que lhe foram dados e como a vivência daquele espaço impôs um conjunto de estruturas de carácter urbano que produziram alterações irreversíveis (e imprevisíveis) na dinâmica dos sistemas naturais costeiros. Procurámos ainda relacionar a configuração hodierna da paisagem litoral – profundamente antropizada – com as representações e práticas inerentes à presença humana na faixa marítima nos últimos dois séculos, mostrando o papel das acções antrópicas na intensificação dos riscos que hoje impendem sobre as populações instaladas junto ao mar. Esta tese é um contributo da História para a actual reflexão científica sobre as interacções homem/meio litoral.
In this work we trace the evolution of human occupation of portuguese coast during the nineteenth and twentieth centuries, in order to understand how a territory nearly empty and neglected – inhabited only by fishermen - became a prime spot for the elite’s vacation and, a few decades later, a major holiday destination for all people. We analysed how coastal representatins have changed regarding the uses it has been given and how the living experience of the space has imposed a set of urban structures that produced irreversible (and unpredictable) changes on natural coastal systems dynamics. We also attempt to relate the configuration of today's coastal landscape - deeply anthropized - with representations and practices associated to man´s presence in seashore in the last two centuries. The purpose is to show the role of anthropogenic actions in the intensification of risks impending today upon populations located near the sea. This thesis is a History contribution for the current scientific debate about Man/Seashore interactions.
Descrição: Tese de doutoramento, História (História Contemporânea), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/3004
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd60090_td.pdf31,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.