Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Ciências Sociais (ICS) >
ICS - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/308

Título: A iluminação pública em Lisboa e a problemática da história das técnicas
Autor: Cordeiro, Bruno, 1976-
Orientador: Madureira, Nuno Luís, 1959-
Sobral, José Manuel, 1952-
Palavras-chave: Iluminação pública
História das técnicas
Consumo de energia
História urbana
Cultura material
Teses de mestrado
Issue Date: 2007
Resumo: Propomos fazer uma análise da história das tecnologias de iluminação que priviligie o seu uso, diferenciado-as de acordo com a sua fonte de energia primária. Concentramos a atenção exclusivamente na iluminação pública do século XIX até meio do século XX, em Lisboa. Estendemos a análise a locais fora da capital por forma a compreendê-la no contexto do país, pois a partir do início do século XIX existia uma variedade significativa de sistemas de iluminação artificial e de padrões de uso dos mesmos. Só depois da década de trinta do século XX é que a electricidade começa a ser a forma quase exclusiva de iluminação pública das vias.Enquanto a maioria das histórias da iluminação que lidam com este período se concentram nas iluminações modernas' do gás e da electricidade e raramente abordam mais do que as fases iniciais da sua adopção, nós tentamos, em contrapartida, capturar a totalidade dos tipos de iluminação em uso. Tal significa que temos em consideração a utilização de: óleos animais (e.g. azeite de peixe') e vegetais (e.g. azeite de oliveira, de purgueira), o querosene, o acetileno, e o muito neglicenciado 'candeeiro de paróquia' (i.e. o luar). Propomo-nos avaliar a sua importância relativa e uso tanto no espaço urbano como no rural (não deixando assim a maioria da população fora da história, pois a maioria vivia [fora das grandes cidades] num contexto não urbano até bem avançado o século XX). Para isso abordamo-los ao longo da totalidade dos seus ciclos de vida, fazendo com que as segundas metades, após os picos de uso, das vidas úteis destas tecnologias não permaneçam obscuras. A incursão em diferentes escalas espaciais de análise permite observar diferentes facetas da extensão dos usos: uma geografia do uso, diferente da geografia da invenção e da inovação.Defendemos que a observação das tecnologias-em-uso, por contraposição ao enfoque habitual em cronologias centra
We propose to analyse the history of lighting technologies in use, differentiated according to their primary energy source. Our focus will be on street lighting from the XIXth century till the mid XXth century, in Lisbon. From the beginning of the XIXth century there was a significant variety of energy systems available for obtaining artificial lighting in Portugal and it is only after the 1930s that electric lighting starts to become the almost exclusive way of lighting the streets.Whereas most histories of lighting that deal with this time period only tell about the modernenergies' of gas or electricity and focus mostly in the beginning phases of their adoption, wetry: to grasp the whole of the types of lighting in use (which means animal (e.g. whale) andvegetable (e.g. olive) oils, kerosene, acetylene, and the much neglected parish lamp', i.e.moonlight, have their due attention); to assess their relative importance and significance inboth town and country (this way the majority of the population is not placed out of history -most lived in a non-urban context till late in the XXth century); and to picture them throughoutthe whole of their use life-cycles' (so that the second halves, after peak use moments, of theuse-life's of these technologies do not stay in the dark). We argue that looking at technologies-in-use instead of focusing on innovation centred timelines brings fecund results and research paths that may allow for enlightened links between the history of technology and general history.
Descrição: Tese de mestrado em Ciências Sociais, apresentada à Universidade de Lisboa, através do Instituto de Ciências Sociais em 2007
URI: http://hdl.handle.net/10451/308
Appears in Collections:ICS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
3598_BC-TeseM.pdf1,76 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia