Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3118

Title: Fas Ligando como indicador de apoptose na doença coronária
Authors: Borges, Anabela de Sousa, 1986-
Advisor: Pinheiro, Teresa
Crespo, Ana Maria Viegas, 1946-
Keywords: Aterosclerose
Apoptose
Doença coronária
Teses de mestrado- 2009
Issue Date: 2009
Abstract: A progressão da aterosclerose leva ao desenvolvimento do ateroma na parede arterial, o qual por erosão e/ou ruptura súbita pode conduzir à formação de trombo com oclusão total ou parcial das artérias coronárias e consequente enfarte do miocárdio. Estudos in vitro revelaram que a apoptose das células constituintes da parede vascular está associada à expressão do receptor Fas e do seu ligando FasL assim como da interacção entre eles. Admite-se que a expressão do FasL pelas células endoteliais possa contribuir para os níveis de concentração da forma solúvel de FasL (sFasL) em circulação. Com este trabalho pretendeu-se relacionar a concentração do sFasL, determinada pelo método de ELISA, com as características da placa de ateroma identificadas em pacientes com doença coronária, confirmada por angioplastia e caracterizados por VH IVUS (do inglês, Virtual Histology Intravascular Ultrasound), juntamente com os parâmetros antropomórficos, bioquímicos e fisiológicos dos doentes. Embora não se tenham encontrado correlações significativas entre o sFasL e as características biológicas da placa de ateroma, o aumento de sFasL plasmático relacionou-se com a terapêutica com estatinas. Por outro lado, factores de risco como a hipertensão, glucose e idade associaram-se à diminuição de sFasL. Relativamente à placa, incrementos do seu conteúdo em tecidos fibrótico e fibrolipídico associaram-se a um menor número de leucócitos e plaquetas em circulação. O tecido necrótico correlacionou-se com o perímetro abdominal e o tecido calcificado com o peso. A estenose arterial associou-se à concentração de pro-BNP e ao tabagismo. O aumento de sFasL pode ter uma consequência benéfica devido à sua capacidade de induzir apoptose nos leucócitos em circulação que tentam atravessar o endotélio. A associação do aumento de sFasL à toma regular de estatinas sugere um papel do sFasL na ateroprotecção e na regulação do endotélio vascular. Estes resultados permitiram avaliar a potencialidade do sFasL como indicador da DC, melhorar o protocolo de selecção de doentes e identificar factores a ter em consideração na avaliação dos doentes e na actividade da placa de ateroma. É possível que a ausência de correlações entre o sFasL e os componentes da placa esteja condicionada pelo tamanho reduzido da amostra, pelo que serão necessários estudos adicionais para confirmar os resultados obtidos.
The atherosclerosis progression leads to the development of an atheroma in the arterial wall, whereby erosion and/or sudden rupture can lead to the formation of a thrombus with partial or total occlusion of coronary arteries and consequently can lead to myocardial infarction. In vitro studies revealed that the constituent cells of vascular wall apoptosis is linked to Fas receptor and its ligand FasL expression and the interaction between them. It is assumed FasL expression by endothelial cells may contribute to the soluble form of FasL (sFasL) plasma concentration. The aim of this work was to correlate sFasL concentration, by ELISA method, with plaque characteristics identified in patients with coronary heart disease, confirmed by angioplasty and characterized by VH IVUS (Virtual Histology Intravascular Ultrasound), in addition to patients anthropomorphic, biochemical and physiological parameters. Although no significant correlations were found between sFasL and biological plaque characteristics, the increase of plasmatic sFasL was associated with the therapy with statins. On the other hand, risk factors such as hypertension, glucose, and age were related with sFasL decrease. Relatively to atheromatous plaque, an increase in its fibrous and fibrolipidic tissues was related to a lower number of leukocytes and platelets in circulation. Necrotic tissue was linked with abdominal perimeter and calcified tissue with weight. Arterial stenosis was associated with pro-BNP concentration and smoke. The increase in sFasL concentration may have a beneficial outcome due to its capacity to induce apoptosis in circulating leukocytes trying to go through the endothelium. The association between sFasL increase and statins consume seem to suggest an atheroprotective and vascular endothelium regulation effect of sFasL. These results allowed the assessment of sFasL as a potential coronary artery disease indicator, improving the selection protocol of patients and identifying aspects to take into consideration in patients assessment and atheroma plaque activity. It is possible that the absence of sFasL associations with any of the plaque components might be influenced by the small data; therefore, future studies will be needed in order to overcome these limitations.
Description: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/3118
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc_tm_Anabela_Borges.pdf2 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE