Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
IE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3126

Title: Auto-avaliação : um estudo de caso numa escola secundária
Authors: Curado, Idália Maria Ferreira, 1965-
Advisor: Afonso, Natércio, 1948-
Keywords: Administração educacional - Portugal
Auto-avaliação
Avaliação de escolas
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Abstract: A problemática da avaliação de escolas tem assumido uma enorme visibilidade no sistema educativo português e os debates sobre a qualidade do sistema educativo, em geral, e das escolas em particular, têm agitado os actores nos últimos anos. A Lei nº31/2002, de 20 de Dezembro que aprova o sistema da avaliação da educação do ensino não superior foi um passo importante para o desenvolvimento de uma cultura de avaliação de escolas onde é realçado o carácter obrigatório da auto-avaliação. O objectivo central da investigação, consiste em obter dados empíricos, que, em conformidade com a problemática, e subjacente a um contexto de avaliação, contribuam para compreender melhor o impacto da implementação do processo de auto-avaliação e para o seu questionamento enquanto instrumento de regulação social no quadro das tendências de reconfiguração do Estado. O estudo efectuado é contextualizado num quadro teórico onde apresentamos um levantamento das principais questões que se apresentam dentro da problemática da regulação da educação, tendo como ponto de partida a reconfiguração da intervenção estatal na acção educativa e o papel da avaliação neste contexto de mudança. O estudo realizado situou-se numa escola secundária da margem Sul do Tejo que, no ano de 2005, deu início ao seu processo de auto-avaliação. O dispositivo empírico montado usou como recursos a entrevista aos elementos da equipa de auto-avaliação à directora da escola e à presidente da Associação de Pais, privilegiando o olhar sobre o desenrolar do processo por parte dos actores que estavam directamente envolvidos na implementação da auto-avaliação na escola. Recorremos também à observação participante e à análise documental. Os resultados levaram-nos a concluir que a implementação do processo de auto-avaliação foi sentido com alguma resistência da parte dos actores educativos mas trouxe à escola mudança de mentalidades e comportamentos embora nem sempre de forma pacífica. Ficou sobretudo uma importante sensibilização não só para a reflexão acerca da importância da prática da auto-avaliação enquanto instrumento de melhoria para a escola e mecanismo de prestação de contas no quadro da regulação da educação, mas também para as dificuldades sentidas na sua operacionalização.
The issue related to the evaluation of schools has been greatly spread in the Portuguese Educational System and the debates about the quality of the educational system, in general, and of the schools in particular, have agitated the “actors” of education in the recent years. The law nº31/2002, enacted on December 20, which establishes the principles for the Evaluation of Education except Universities and Superior Institutes, was an important step towards the development of a culture of evaluation of the schools, in which the compulsory self-evaluation must be emphasized. The main goal of the investigation consists of getting empirical data, which, according to the issue, and always underlying an evaluation context, will contribute to understand better the impact of the development of the self-evaluation process and can make it questionable as an instrument of social regulation in a time in which there is the tendency to redesign the State. The present study is contextualized in a theoretical approach, in which we raise the main questions connected with the issue of regulating education. As a starting point we have the new design of the State intervention in the process of education and the role of evaluation in this changing context. The study was developed in a secondary school on the south bank of the River Tagus, which started its self-evaluation process in 2005. The empirical method used as resources the interview with the members involved in the evaluation process, with the director of the school and the president of the Parents’ Association. We focused our study on the process undertaken by the “actors” who were directly involved in the development of the self-evaluation of the school. We have also applied the direct observation technique and the analysis of several important documents. The results led us to the conclusion that the development of the process of self-evaluation was not fully and easily accepted by everyone. However it brought a certain change in mentalities and behaviors in spite of all the difficulties and the resistance shown against it. Above all there is now a feeling that everyone must reflect and discuss about the importance of practicing the self-evaluation as an instrument of improvement to the school and as a mechanism which can lead to the regulation of education by showing results. It was also clear that all the people involved are now discussing the best way of applying the system of evaluation and discussing all the problems that is arises with its development.
Description: Tese de mestrado, Ciências da Educação (Administração Educacional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/3126
Appears in Collections:IE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfp037484_tm_tese.pdfTese815.18 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoA2.pdfAnexo A23.79 MBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoA1.pdfAnexo A1193.89 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoA3.pdfAnexo A3518.36 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoA4.pdfAnexo A4723.91 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoB_Documentos oficiais.pdfAnexo B72.54 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoC_Documentos internos da equipa.pdfAnexo C18.47 MBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoD_Guioes de entrevistas.pdfAnexo D40.36 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoE_Notas de Campo.pdfAnexo E38.05 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoF_Entrevistas.pdfAnexo F434.81 kBAdobe PDFView/Open
ulfp037484_tm_anexoG_Grelha de dimensões e categorias das entrevistas.pdfAnexo G235.24 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE