Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/31523
Título: Do Terreiro do Paço à Praça do Comércio (Lisboa): Identificação de vestigios arqueológicos de natureza portuária num subsolo urbano
Autor: Neves, César
Martins, Andrea
Lopes, Gonçalo
Blot, Maria Luísa
Palavras-chave: Arqueologia urbana
Geomorfologia
Arqueologia náutica
Estruturas portuárias
Lisboa pré-pombalina
Data: 2012
Editora: Centro de História de Além-Mar, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa, Universidade dos Açores
Citação: NEVES, César Augusto; MARTINS; Andrea; LOPES, Gonçalo; BLOT, Maria Luísa (2012) - Do Terreiro do Paço à Praça do Comércio (Lisboa): Identificação de vestigios arqueológicos de natureza portuária num subsolo urbano. In André Teixeira, José António Bettencourt, eds. - Velhos e Novos Mundos. Estudos de Arqueologia Moderna Old and New Worlds. Studies on Early Modern Archaeology Volume 2. ISBN 978-989-8492-18-0. p. 613-626.
Resumo: No âmbito da Empreitada de Construção do Sistema de Intercepção e Câmara de Válvulas de Maré do Terreiro do Paço, obra a cargo da SIMTEJO, foram identificados diversos vestígios arqueológicos que nos permitem recuar a vivência daquele espaço da cidade de Lisboa até meados do século XVI. O revolvimento profundo que a obra implicava no subsolo da actual Praça do Comércio permitiu a identificação de um conjunto vasto de realidades patrimoniais, que tiveram que ser alvo de distintas intervenções arqueológicas que permitissem a sua salvaguarda e registo integral. Uma dessas acções incidiu sobre uma estrutura portuária que terá sido erigida em meados do século XVII, permanecendo em actividade até ao Terramoto de 1755. Esta realidade corresponderá a um grande cais em pedra localizado na antiga frente ribeirinha, ligado a um muro de grandes dimensões. Durante a escavação arqueológica foram, igualmente, recolhidos artefactos de natureza diversa, sendo que o carácter excepcional da localização da obra, em ambiente húmido, permitiu a preservação e recolha de elementos perecíveis, tais como cordas, solas de sapatos, couros, sementes e restos de espécies arbustivas. Apesar de todos os condicionalismos inerentes a uma intervenção arqueológica de emergência realizada em contexto urbano, numa das zonas mais emblemáticas do país, a caracterização desta estrutura permitirá uma leitura aproximada do ambiente urbano vivido na frente ribeirinha da Lisboa Pré-Pombalina. De igual modo, a sua identificação é um importante contributo na clarificação de algumas dúvidas de natureza histórica e iconográfica, nomeadamente em torno da efectiva localização do Palácio Real, Torreão Filipino e Baluarte.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10451/31523
ISBN: 978-989-8492-18-0
Aparece nas colecções:UNIARQ - Livros e Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2012_Do_Terreiro_do_Paco_a_Praca_do_Com.pdf8,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.