Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
Unidade Orgânica da Educação (FPCE - UOE) >
GI Desenv. Curricular, Avaliação Educ., Tec. Educativas (FPCE-UOE-DCAETE) >
FPCE-UOE-DCAETE- Comunicações e Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3153

Título: Contributos para um Modelo de Avaliação de Produtos Multimédia Centrado na Participação dos Professores
Autor: Costa, Fernando Albuquerque
Palavras-chave: Avaliação
Multimédia
Professores
Modelo
PEDACTICE
Projecto
Issue Date: Sep-1999
Editora: Universidade de Aveiro
Resumo: A participação dos professores na avaliação de produtos multimédia é aqui considerada como um mecanismo de enriquecimento sucessivo dos próprios professores nomeadamente através da reflexão sobre o seu potencial em termos de exploração pedagógica. Na linha de uma avaliação formadora, os instrumentos de avaliação são entendidos sobretudo como "convites à reflexão sobre o uso que os professores podem fazer do software" (Castañón, 1997) e são utilizados, entre outros, para aumentar a capacidade de reflexão e análise crítica dos professores, bem como para fornecer pistas e sugestões de utilização pedagógica deste tipo de recursos de natureza multimédia. O presente trabalho insere-se nos estudos desenvolvidos em Portugal no âmbito do projecto europeu PEDACTICE "Educational Multimedia in Compulsory School: From Pedagogical Assessment to Product Assessment" (mais informações disponíveis em http://www2.fpce.ul.pt/projectos/pedactice).
Descrição: Constituído por oito diferentes "work packages" e integrando Escolas, Universidades e Empresas de Multimédia de seis países europeus (Espanha, Dinamarca, Alemanha, Portugal, Suécia e Reino Unido), o Projecto PEDACTICE teve, como principais objectivos, a utilização e avaliação de software multimédia educativo e a construção de uma base de dados (European Multimedia Resource Library) que, após os dois anos do projecto, disponibilizasse via internet o produto do trabalho entretanto desenvolvido a todos os potenciais interessados, isto é, professores e alunos, investigadores, produtores de software multimédia, pais e outros educadores, especialistas em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), formadores de professores, responsáveis e decisores educacionais, etc. Essa base de dados visava dar conta das diferentes vertentes estudadas no âmbito do projecto, desde a reflexão sobre o conceito de eficiência no uso das tecnologias multimédia até à proposta de modelos de formação de professores na área das TIC, passando pela discussão sobre as competências dos professores ou pelos resultados propriamente ditos da avaliação de produtos. Esperava-se que fosse um sistema poderoso de consulta que respondesse às necessidades e expectativas dos seus potenciais utilizadores, nomeadamente dos professores, a quem deveria fornecer informação rica, autêntica e útil que lhes permitisse uma utilização pedagógica crítica e eficiente de software multimédia. Responder à escassez de estudos sistemáticos sobre a utilização pedagógica de aplicações multimédia, à evidente falta de produtos nomeadamente para satisfazer necessidades específicas do currículo e da aprendizagem, e, em termos de avaliação, à quase ausência de padrões de qualidade, foram alguns dos desafios com que nos confrontámos e para os quais contámos com o empenho e a determinação, nomeadamente, de professores e alunos das escolas envolvidas. Em termos específicos, o produto do trabalho desenvolvido visava constituir um importante contributo para: a) uma maior preparação dos professores para a análise crítica, avaliação e utilização de produtos com características multimédia; b) o incremento da utilização deste tipo de produtos no processo de ensino e aprendizagem; c) índices mais elevados em termos de exigência de qualidade na concepção e produção de software educativo. Contando com o apoio expresso do Ministério da Educação, nomeadamente através do Programa Nónio Século XXI, e dos órgãos directivos de cada uma das escolas envolvidas (ver lista de escolas noutro local), o Projecto PEDACTICE contou, em Portugal, com uma equipa de investigação da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa e ainda com a participação de duas empresas ligadas à produção de software educativo, Porto Editora e Máquinas em Movimento. A relação entre produtores e utilizadores finais, mediada pela própria investigação foi, aliás, uma das mais-valias inerentes ao projecto e um dos pilares fundamentais do trabalho desenvolvido.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/3153
Appears in Collections:FPCE-UOE-DCAETE- Comunicações e Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
comunicacao46(modelo de avaliação).pdf425,2 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE