Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/31649
Título: Parental care and adaptation to the laboratory on the burying beetle Nicrophorus vespilloides
Autor: Mira, Mário Artur Santos
Orientador: Kilner, Rebecca
Magalhães, Sara
Palavras-chave: Actividade lítica
Cativeiro
Imunidade social
Selecção
Teses de mestrado - 2017
Data de Defesa: 2017
Resumo: A evolução do comportamento e da imunidade social podem ser tópicos difíceis de estudar. Muitas vezes existem interacções complexas entre eles que podem ser difíceis de decifrar. O burying beetle Nicrophorus vespilloides tem algumas características bastante uteis que permitem estudar como os cuidados parentais e a imunidade social interagem e evoluem em conjunto. Nesta dissertação eu efectuei duas experiencias para observar como um afecta o outro, e vice-versa. Na primeira experiencia (adopção cruzada) e controlada a quantidade de investimento em imunidade social por parte das mães o que permite o seu efeito nos cuidados parentais na geração seguinte enquanto que na segunda experiência (variação de cuidados) e controlada a quantidade de cuidados parentais prestados as larvas o que permite observar os seus efeitos no investimento na imunidade social. Os resultados na primeira experiencia mostram um efeito positivo do investimento na imunidade social no investimento na imunidade social e na densidade larval da geração seguinte. Os resultados da segunda experiencia mostram que a sobrevivência das larvas depende bastante se estas recebem ou não cuidados parentais directos e que as larvas que receberam menos cuidados tendem a mostrar um maior investimento em imunidade social. Quando aglomerados os dados de todas as gerações utilizadas nesta dissertação alguns resultados interessantes foram encontrados: o investimento em imunidade social tendeu a aumentar com o tempo, com os valores dos machos a aproximarem-se dos valores das fêmeas; a densidade larval tendeu a diminuir com o tempo; e a média da massa larval tendeu a diminuir com o tempo. No geral estes resultados apontam para a existência de uma complicada rede de interacções entre cuidados parentais e imunidade social que determina a sobrevivência e bem-estar da descendência, e como tal, o fitness de cada escaravelho individual. Os resultados ao longo do tempo sugerem que experiencias em populações que estejam em condições de laboratório a algum tempo podem não ser a melhor forma de estudar características biológicas específicas mas são ainda bastante uteis para características evolutivas ou adaptativas.
The evolution of behavior and social immunity can be hard topics to study. Often, complex interactions between them can be hard to decipher. The burying beetle Nicrophorus vespilloides has some very useful characteristics which allow the study of how parental care and social immunity interact and evolve together. In this dissertation I performed two experiments aiming to test this. The first experiment (cross fostering) controls how much is invested in social immunity by the mothers and allows us to observe the effects it has on parental care on the following generation. In the second experiment (varying care) the amount of parental care given to larvae is controlled, which allows us to observe the effects on social immunity investment. Results from the first experiment show a positive effect of social immunity in the following generation’s social immunity investment and larval density. The second experiment shows that larval survival depends heavily if there is direct care and larvae that received less care tended to have a higher investment in social immunity. When pooling results from all the tested generations in this dissertation some interesting results were found: investment in social immunity tended to increase over time, with males approaching the female’s values; larval density tended to decrease over time; and average larval mass tended to increase over time. Overall these results point to the existence of a complicated network of interactions between parental care and social immunity that determine the survival and well-being of offspring, and therefore, fitness of an individual burying beetle. The adaptation results also suggest that experiments with populations which have been in the laboratory for some time might not be the best way to study specific biological characteristics but are still very useful for evolutionary and adaptive characteristics.
Descrição: Tese de mestrado em Biologia Evolutiva e Desenvolvimento, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2017
URI: http://hdl.handle.net/10451/31649
Designação: Mestrado em Biologia Evolutiva e Desenvolvimento
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc121633_tm_Mario_Mira.pdf3,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.