Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
IE - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3188

Título: A vez e a voz dos pais : a autopoiesis do movimento associativo parental
Autor: Faria, João Pedro Vieira da Luz de Macedo, 1959-
Orientador: Barroso, João, 1945-
Palavras-chave: Associações de pais
Relação escola-família
Administração educacional
Teses de doutoramento - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: O movimento associativo parental tem vindo a emergir como um público organizado dotado de uma crescente capacidade de intervenção na regulação do sistema educativo e de coordenação com o sistema político. Esta emergência, integrada inicialmente num movimento reformista e descentralizador das organizações escolares, acompanha agora a transição pós-moderna, turbulenta e imprevisível, para um Estado da Regulação, cujos efeitos de reconfiguração da acção pública recomendam um novo olhar sobre a relação escola-família e sobre o papel do associativismo. Recorrendo à teoria dos sistemas sociais de Luhmann seguimos a distinção sistemaambiente observando o associativismo parental como um sistema social autopoiético, exterior ao sistema educativo. Analisámos o associativismo parental, enquanto movimento e fluxo de comunicação, seleccionando como objecto de investigação uma Federação Concelhia de Associações de Pais e respondendo às questões orientadoras sobre as expectativas, as relações e a responsabilidade. O percurso qualitativo da investigação teve como suporte básico a análise de conteúdo da documentação oficial da Federação. A história da Federação revela uma luta árdua pelo reconhecimento institucional e um conjunto de conquistas nos domínios da segurança e da qualidade dos serviços, directa ou indirectamente ligados à educação. Este reconhecimento, e estas conquistas, alicerçaram-se em expectativas de envolvimento e participação dos pais na procura de solução para as imperfeições e falhas do sistema educativo, bem como na formação de pais informados e atentos às incertezas na relação escola-família. Embora assumida como um dos tópicos de melhoria do sistema e de acréscimo de eficácia, o incremento da participação formal dos pais nas escolas, por via das suas associações, confronta-se com a procedimentalização das formas de participação organizacional e com as fronteiras do sistema educativo. Através das parcerias e dos apoios financeiros ao movimento associativo, o poder local, e o sistema político em geral, tem vindo a garantir a domesticação do protesto e a instrumentação da voz parental, marcando, assim, a autopoiesis do movimento e o sentido da sua afirmação e dissonância.
The parental associative movement has become emergent as an organized public endowed with an increasing capacity of intervention in the regulation of the education system and coordinating the political system’s agenda. This emergence, integrated initially in a reformist and decentralizing movement of school organizations, is running now with the postmodern transition, turbulent and unpredictable, to a Regulator State, whose effects of reconfiguration on public action recommend a new look into the school-family relashionship and into the role of the associative sector. With reference to the theory of Luhmann’s social systems we follow the distinction system-environment observing the parental association as an autopoietic social system, external to the educational system. We analized the parental association, as a movement and flow of communication, selecting a Municipal Federation of Parents’ Associations, as an object of inquiry and answering to the guiding questions on the expectations, the intersystemic relations and the responsibility. The qualitative passage of the inquiry uses the content analysis of the Federation’s official documentation as basic support. The history of the Federation discloses to an arduous fight for institutional recognition and a set of conquests in the field of security and quality of the services linked, directly or undirectly, to education. This recognition, and these conquests, got its foundations in expectations of involvement and participation of the parents in the search of solution for the imperfections and defects of the educational system, as well as in promoting the education of parents that became aware of the uncertainties of the school-family relashionship. Although assumed as one of the topics of improvement and increasing effectiveness to the system, the increment of the formal parents’ participation in schools, by means of its associations, is collated with the procedural formalization of organizational participation and with the boundaries of the educational system. Through partnerships and financial support to the associative movement, the local power, and the political system, in general, has come to guarantee the softness of the protest and the instrumentation of the parental voice, marking, thus, the movement’s autopoiesis and the direction of its affirmation and dissent.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Administracão e Política Educacional), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/3188
Appears in Collections:IE - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd060432_td_Joao_Faria.pdf1,76 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE