Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/320
Título: Cuidar de um familiar idoso dependente : trajectórias de cuidar e seus significados
Autor: São José, José Manuel Sousa de
Orientador: Wall, Karin
Palavras-chave: Prestação de cuidados
3ª Idade
Idosos dependentes
Relações intergeracionais
Família
Sociologia da família
Teses de doutoramento - 2009
Data de Defesa: 2009
Resumo: Esta investigação sociológica, de natureza qualitativa, debruçou-se sobre o tema dos cuidados familiares a idosos dependentes, tendo-se focado, mais concretamente, nas trajectórias de cuidar e nos seus significados. Os resultados obtidos revelam uma realidade social bastante matizada e complexa tanto ao nível das práticas, como ao nível das representações sociais. As transições para as trajectórias de cuidar foram realizadas de diferentes modos e em diferentes 'timings', transições estas que tiveram uma pluralidade de fundamentos, que vão desde o dever filial incondicional ao afecto. Alguns cuidadores têm trajectórias de cuidar de curta duração, enquanto que no pólo oposto existem cuidadores com longas trajectórias de cuidar. O cuidar ao longo do tempo seguiu diferentes rumos, tendo nalguns casos implicado um aumento gradual da quantidade de tempo e de energia despendida nos cuidados e, numa situação oposta, uma diminuição gradual desta mesma quantidade de tempo e de energia. Evidenciou-se também que o cuidar pode ser conciliado com outras trajectórias constitutivas dos percursos de vida dos cuidadores ou, pelo contrário, pode produzir interferências nestas mesmas trajectórias ou sofrer interferências da parte destas últimas. Por último, foram apreendidos diversos significados associados às trajectórias de cuidar, os quais oscilam entre a 'gratificação' e a 'opressão'. A diversidade e a complexidade encontradas prendem-se com múltiplos factores, quer de natureza micro-social (associados às vidas dos cuidadores, dos idosos dependentes e de outros familiares), quer de natureza meso e macro-estrutural (classe social, género, etc.). O conhecimento aprofundado do cuidar ao longo do tempo e dos seus significados permitiu, ainda, contribuir para o esclarecimento de outras interrogações que se relacionam, nomeadamente, com o controlo que os cuidadores têm na construção das suas biografias de cuidar, com a importância do afecto nestas mesmas biografias, e com o papel da família na satisfação das necessidades de bem-estar dos idosos dependentes.
This sociological research, of qualitative nature, studied the topic of family elderly care, having focused on the caring trajectories and their meanings. The resultsobtained revealed a diverse and complex social reality, both in terms of the practicesand in terms of the social representations. The transitions to the caring trajectorieswere carried out in different ways and at different timings. Besides this, they had aplurality of foundations (or reasons): from unconditional filial duty to love. Some ofthe carers interviewed have caring trajectories of short duration, whilst, on theopposite end, other carers have long caring trajectories. Caring through time tookdifferent paths; having in some cases implied a gradual increase of time and energyspent on care and, on the opposite end, implied a gradual decrease of time and energyspent. In this study, it also became evident that, whilst in some cases, carers are ableto reconcile caring with other life trajectories, in other cases, caring may produceinterferences on other life trajectories and/ or may suffer interferences from these.Furthermore, this research was able to capture several meanings associated with thecaring trajectories, which go from 'gratification' to 'oppression'. The diversity andcomplexity of meanings found relates with multiple factors, both of micro-socialnature (associated with carers lives and the lives of other relatives) and of meso andmacro-structural nature (social class, gender, etc). The study of caring through timeand of its meanings also contributed to enrich the knowledge related with someimportant sociological questions, such as the degree of control carers have in theconstruction of their caring biographies, the importance of affection in thesebiographies and the role of family in the satisfaction of the elderly persons' needs.
Descrição: Tese de doutoramento, Ciências Sociais (Sociologia Geral), Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000558250
http://hdl.handle.net/10451/320
Aparece nas colecções:ICS - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21296_ulsd_ulsd056627_td.pdf2,95 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.