Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/32121
Título: Disciplinas semestrais e reorganização institucional de uma escola privada
Autor: Pereira, Rui Santos
Mucharreira, Pedro Ribeiro
Antunes, Marina Godinho
Palavras-chave: Currículo
Autonomia
Administração educacional
Desenvolvimento profissional docente
Organizações escolares aprendentes
Data: 2017
Editora: Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Pereira, R. S., Mucharreira, P. R., & Antunes, M. G. (2017). Disciplinas semestrais e reorganização institucional de uma escola privada. In M. V. Pires, C. Mesquita, R. P. Lopes, G. Santos, M. Cardoso, J. Sousa, . . . C. Teixeira (Eds.), II Encontro Internacional de Formação na Docência: Livro de Atas (pp. 113-120). Bragança: Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Bragança.
Resumo: A presente investigação centra-se no papel que a reorganização do currículo em disciplinas do 3.º ciclo do ensino básico poderá ter na promoção de desenvolvimento profissional docente e, em última instância, no desenvolvimento organizacional da escola. O propósito desta investigação, que recorre ao contexto específico de uma escola particular e cooperativa da Grande Lisboa, no ano letivo de 2016/2017, consistiu em procurar perceber como teve lugar, em termos operacionais, a reorganização do currículo do 3.º ciclo do ensino básico, em que algumas disciplinas anuais funcionaram em regime semestral. O enquadramento legal que norteou esta organização curricular é o que está estabelecido no Decreto-lei n.º 65/2016, de 4 de abril, onde são elencados os princípios orientadores da organização e da gestão dos currículos dos ensinos básico e secundário, da avaliação do ensino e das aprendizagens e do processo de desenvolvimento do currículo dos ensinos básico e secundário. A nível metodológico, a investigação revestiu-se de uma natureza predominantemente qualitativa, na linha de um paradigma interpretativo, tendo sido aplicado um questionário a professores, bem como a chefias de topo e intermédias, para além da recolha documental. O questionário foi concebido pelos autores, com uma escala de Likert de 5 pontos, tendo em vista dar resposta à problematização enunciada. No tratamento dos dados recorreu-se a técnicas de natureza quantitativa, ao nível da estatística descritiva. Em termos de resultados, esperava-se que a investigação pudesse contribuir para uma maior reflexão sobre diferentes formas de organizar o currículo, ajudando a compreender algumas das dinâmicas organizacionais da escola e de como estas poderão contribuir para um desenvolvimento profissional docente e da própria estrutura organizacional. Os resultados apontam para uma valoração, por parte dos respondentes, das disciplinas semestrais para o reforço dos níveis motivacionais dos alunos, ajudando-os a envolver-se mais nas aprendizagens, bem como a assunção de estratégias inovadoras no reportório de práticas docentes, decorrentes da implementação de disciplinas semestrais no ensino básico, não sendo consensual, contudo, a ideia que a reorganização curricular poderá contribuir para o desenvolvimento organizacional da escola.
Descrição: Encontro realizado na Escola Superior de Educação de Bragança, nos dias 5 e 6 de Maio de 2017
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/32121
ISBN: 978-972-745-222-4
Versão do Editor: http://hdl.handle.net/10198/4960
Aparece nas colecções:IE - GIPAE - Comunicações e Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Atas_II_INCTE_2017_Pereira_Mucharreira_Antunes.pdf536,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.