Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/32578
Título: Análise e modelação espácio-temporal do mosquito vetor do dengue na ilha da Madeira
Autor: Santos, José Maurício Faria
Orientador: Rocha, Jorge
Palavras-chave: Aedes aegypti
Ilha da Madeira
Adequabilidade de habitat
SIG
Modelação espácio-temporal
Data de Defesa: 16-Fev-2018
Resumo: Atualmente, a dengue é um dos principais problemas globais de saúde. O principal vetor deste vírus é o Aedes aegypti, um mosquito de marcado comportamento sinantrópico, que, para além da dengue, é também um dos principais vetores de outras importantes arboviroses como a febre amarela, chikungunya e Zika. Na ilha da Madeira esta espécie foi detetada em 2005, tendo sido responsável por um surto de dengue que afetou a região em 2012 e 2013. Devido à sua importância médica, são vários os estudos que se têm realizado acerca da espécie na ilha, incluindo alguns referentes à sua incidência espacial. Todavia, não existe ainda uma representação espacialmente contínua da sua distribuição potencial. Neste sentido procedeu-se à criação de um modelo de distribuição potencial deste vetor para a ilha da Madeira. Para o efeito, foi utilizado um conjunto de dados baseados em levantamentos de campo referentes à presença da espécie na ilha e diversas variáveis consideradas relevantes na sua distribuição (fatores climáticos, sociodemográficos e de uso e ocupação do solo). Os resultados obtidos indicam uma probabilidade de adequabilidade mais elevada em diversos territórios localizados ao longo da faixa sul da ilha, destacando-se entre eles diversos locais que integram o Funchal e os seus concelhos vizinhos. Além do estudo da distribuição potencial da espécie, considerando que a dinâmica sazonal do vetor está associada às variações das condições térmicas e de pluviosidade, levando assim a que existam períodos onde a atividade vetorial é mais elevada, é também parte integrante deste trabalho o estudo das dinâmicas espácio-temporais do Ae. aegypti. Para isso, foram igualmente utilizados os dados respeitantes aos levamentos de campo, embora desta feita tomando em consideração o número de indivíduos encontrados e a data de cada levantamento. A variação espácio-temporal do número de indivíduos observados foi associada a um conjunto de variáveis tidas como relevantes na variação da sazonalidade da espécie. Os resultados alcançados permitem identificar que as mudanças das condições meteorológicas são determinantes na variabilidade das abundâncias do mosquito, sendo a precipitação acumulada de 3 semanas e a temperatura acumulada de uma semana umas das condicionantes que mais determinam essa variação.
Dengue has now become one of the major global health problems. The main vector of this virus is Aedes aegypti, a species of marked synanthropic behavior that, in addition to dengue, is also one of the main vectors of other important arboviruses such as Yellow Fever, Chikungunya and Zika. In Madeira Island this species was detected in 2005 and was responsible for an outbreak of dengue that affected the region in 2012 and 2013. Due to its medical importance, several studies have been made about the species in the island, including some works investigating its spatial incidence. However, its potential distribution in the island is not yet known. In this sense, we create a model of potential distribution for this vector in the island of Madeira. For that purpose, a field surveys regarding the presence or absence of the species on the island was related to several variables considered relevant in determining their distribution (e.g., climatic, sociodemographic factors and land use and occupation). The results indicate a higher suitability for the species in some of the territories located in the southern strip of the island, among them parts of Funchal and of its neighboring municipalities. In addition to the study of the spatial distribution of the species, we also investigated its seasonal dynamics in the island. For that purpose, counts of individuals across the island were associated to a set of temporally explicit spatial variables expected to drive variation in the seasonality of the species. The obtained results allowed to identify that the changes of the meteorological conditions are effectively determining the variability of the abundances of the mosquito, being the accumulated precipitation of 3 weeks and the accumulated temperature of one week some of the conditions that most influence this variation.
URI: http://hdl.handle.net/10451/32578
Designação: SIG e Modelação Territorial Aplicados ao Ordenamento do Território
Aparece nas colecções:IGOT - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TM_igotul010883.pdf4,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.