Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/32756
Título: Plano de ação para a energia sustentável do município de Loures: análise de progressos
Autor: Salvador, Jéssica Andreia Ferro
Orientador: Serra, João Manuel de Almeida, 1958-
Ramos, Sara
Palavras-chave: Redução de emissões
Eficiência
Sustentabilidade
Pacto de Autarcas
Metas 2020
Teses de mestrado - 2017
Data de Defesa: 2018
Resumo: Com o objectivo de não só, reduzir os consumos energéticos do município e as emissões de CO2 associadas aos mesmos, mas também melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes e preservar o seu património, a Câmara Municipal de Loures a 31 de março de 2010 aderiu ao Pacto de Autarcas. Ao assinar o Pacto, o Município, assim como todos os signatários que aderiram à iniciativa, comprometeu-se a reduzir em 20% as emissões de CO2 no Concelho até 2020. Com esta adesão, Loures começou a apostar em diferentes medidas promotoras de um desenvolvimento energeticamente sustentável, o que tem vindo a permitir não só reduzir as emissões de CO2 no concelho, mas também a dar destaque ao mesmo devido a várias iniciativas que têm sido desenvolvidas. Na sequência da assinatura do pacto, foi elaborado um inventário de emissões que tinha como ano de referência 2008, que serviu de cenário base para a elaboração do Plano de Ação para a Energia Sustentável, submetido pela Câmara Municipal de Loures em 2011. Neste, além de ser feito um balanço dos consumos energéticos e emissões de CO2 iniciais, derivadas dos mesmos, foram apresentadas diferentes medidas a serem adotadas de modo a atingir os objetivos a que se propuseram. De acordo com o PAES, em 2008 Loures registou um consumo de combustíveis equivalente a 2 957 GWh, tendo sido o gasóleo e o gás natural os combustíveis mais utilizados, e um consumo de energia elétrica de cerca de 851 GWh. Neste mesmo ano, o Município obteve uma produção de energia elétrica proveniente de fontes de energia renovável equivalente a 54% dos consumos de eletricidade. Estes consumos energéticos, descontando as emissões nulas associadas à energia proveniente de fontes renováveis, resultaram na emissão de 856 Megatoneladas de CO2 para a atmosfera, pelo concelho de Loures, em 2008. Na sequência da obrigatoriedade de serem apresentados resultados de modo periódico após a realização do plano de ação, o trabalho aqui descrito apresenta um inventário dos consumos e emissões referentes ao ano 2015, do município, a fim de ser feita uma comparação com o ano de referência, e avaliar-se os progressos que têm sido feitos para que sejam atingidas as metas até 2020. Foi ainda efetuado um balanço das diferentes medidas que têm vindo a ser adotadas para o cumprimento das mesmas, assim como outras que estão planeadas ou que poderão vir a ser aplicadas. Em resultado da análise efetuada no âmbito deste trabalho, foi possível constatar que as metas foram ultrapassadas, apresentando o concelho uma redução de 31% nas emissões e de 24% nos consumos entre 2008 e 2015. Relativamente aos principais consumidores de energia, de modo semelhante ao que se verificou em 2008, em 2015 continuam a ser o sector dos transportes e o sector secundário os maiores consumidores de combustíveis, e os sectores secundário e terciário os que apresentam maiores consumos de energia elétrica. É ainda de salientar que a produção renovável também registou um aumento, sendo que em 2015 produziram-se 523.3 GWh a partir das centrais renováveis instaladas no concelho, o que representou nesse ano 68% dos consumos de energia elétrica.
With the objective of reducing not only municipal energy consumptions and associated CO2 emissions, but also to improve the quality of life of its inhabitants and to preserve the patrimony, the City Council of Loures joined the Convenant of Mayors on May 31st of 2010. By signing the iniciative, the municipality of Loures undertook the efforts to reduce CO2 by 20% until 2020, along with all partners that joined the iniciative. After signing the Convenant of Mayors, Loures started to focus on different measures to promote a sustainable development, which has enabled not only to reduce CO2 emissions in the municipality, but also to highlight the municipality support to several initiatives that have been developed. Following the signature of the Covenant of Mayors, an emission inventory was elaborated, with 2008 as reference year, that served as the base scenario for the elaboration of the Sustainable Energy and Climate Action Plan, submitted by the City Council of Loures in 2011. In this document, in addition to the initial balance of energy consumptions and associated CO2 emissions, different measures to be adopted were presented in order to reach the objectives. According to the PAES, in 2008 Loures recorded a fuel consumption equivalent to 2 957 GWh, with diesel and natural gas being the most used fuels, and an electricity consumption of around 851 GWh. In the same year, the Municipality obtained a production of electricity from renewable energy sources equivalent to 54% of electricity consumption. These energy consumptions, discounting zero emissions associated to energy from renewable sources, resulted in the emission of 856 Mtons of CO2 into the atmosphere by the municipality of Loures in 2008. Following the obligation to periodically present results after the implementation of the action plan, the analysis described in this study presents an inventory of consumption and emissions of the municipality, for the year of 2015, in order to compare these new results with the reference year, and to assess the progress that has been made to reach the targets by 2020. Furthermore a summary of measures that have been adopted, as well as others that are planned or that may be applied are also presented. The analysis that was carried out during this study shows that targets were exceeded them, enabling the city council present 31% reduction in emissions and 24% reduction in consumption between 2008 and 2015. Regarding the main energy consumers, similarly to what happened in 2008, the transport sector and the secondary sector remain the largest consumers of fuels in the year 2015, while the secondary and tertiary sectors are those with the highest consumption of electricity. It should also be noted that renewable production also increased, showing that 523.3 GWh were produced from the renewable power stations installed in the municipality, in 2015, which represented 68% of the electricity consumption in that year.
Descrição: Tese de mestrado integrado, Engenharia da Energia e do Ambiente, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2018
URI: http://hdl.handle.net/10451/32756
Designação: Mestrado integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc124130_tm_Jéssica_Salvador.pdf1,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.