Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3326

Title: Efeito inibitório de extractos de plantas no crescimento e factores de virulência de streptococcus sobrinus e streptococcus mutans
Authors: Figueiredo, Neusa Lindorosa Loureiro
Advisor: Lino, Ana Rosa Leal, 1949-
Keywords: Plectranthus barbatus
Plectranthus ecklonii
Streptococci mutans oral
Actividade antibacteriana
Biofilme dentário
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Abstract: A cárie dentária é uma doença que resulta da interacção de três factores: bactéria, dieta e susceptibilidade dos dentes, que, em conjunto, promovem a desmineralização de tecidos dentários. Apesar da complexidade e diversidade da flora oral, Streptococcus mutans e Streptococcus sobrinus são os principais patogénicos envolvidos no desenvolvimento desta doença em humanos. Por isso, os métodos de controlo desta doença têm subjacente o controlo da viabilidade e dos factores de virulência destas duas espécies, nomeadamente presença do enzima glucosiltransferase, capacidade de formar biofilmes e a capacidade acidogénica.Com o objectivo de investigar o potencial anti-cárie de extractos aquoso e metanólico de Plectranthus barbatus e Plectranthus ecklonii, assim como de ácido rosmarínico, investigou-se o efeito destes extractos/composto no crescimento, viabilidade e factores de virulência de S. mutans e S. sobrinus. O efeito inibitóriono crescimento e viabilidade destas espécies foi avaliado através da determinação de concentração mínima inibitória (MIC) e concentração mínima bactericida (MBC), respectivamente. Os valores de MIC variaram de 0,2 a 8,4 mg/mL e os valores de MBC variaram de 0,6 a 12,5 mg/mL, com os valores mais baixos para o extracto metanólico e os mais alto para o ácido. O efeito dos extractos e do ácido rosmarínico nos factores de virulência foi avaliado ao nível do efeito inibitório na actividade de GTF, na formação e viabilidade de biofilme e na capacidadeacidogénica destas espécies. O efeito inibitório na actividade de GTF de S. mutans foi calculado através do valor de IC50, sendo que estes valores variaram de 1,6 a3,9 mg/mL. O efeito inibitório na formação de biofilme apresentou valores de IC50entre 0,12 – 2,7 mg/mL e no biofilme formado apresentou valores de IC50 de remoção de biofilme entre 0,6 e 9,0 mg/mL. O efeito inibitório na capacidade acidogénica destas duas espécies também foi analisando.
Dental caries is a disease that results from the interaction of three factors: bacteria, diet and susceptibility teeth. Together, these three factors promote demineralization of tooth tissues. Despite the complexity and diversity of oral flora, Streptococcus mutans and Streptococcus sobrinus are main pathogen sinvolved in the development of this disease in humans. Therefore, methods to control this disease have underlying control of the viability and virulence factors of these two species, namely the presence of the enzyme glucosiltransferase, ability to form biofilms and the acidogenic potential. In order to investigate the potential anti-caries of aqueous and methanolicextracts of Plectranthus barbatus and Plectranthus ecklonii, as well as rosmarinic acid, we investigated the effect of these extracts / compound on growth, viability and virulence factors of S. mutans and S. sobrinus. The inhibitory effect on growth and viability of these species was evaluated by determining the minimum inhibitory concentration (MIC) and minimum bactericidal concentration (MBC),respectively. MIC values ranged from 0.2 to 8.4 mg / ml and MBC values ranged from 0.6 to 12.5 mg / ml, with the lowest values for the methanol extract and the highest for the acid. The effect of the extracts and rosmarinic acid in virulence factors was assessed through the inhibitory effect on GTF activity, the formation and viability of the biofilm and the acidogenic potential. The inhibitory effect on GTF activity of S. mutans was calculated through the IC50 value, which ranged from 1.6 to 3.9 mg / ml. The inhibitory effect on biofilm formation presented IC50values between 0.12 to 2.7 mg / ml and the biofilm formed presented values ofIC50 of removing biofilm from 0.6 to 9.0 mg / ml. The inhibitory effect on the acidogenic potential was also verified.
Description: Tese de mestrado, Bioquímica, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/3326
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc095744_tm_neusa_figueiredo.pdf2.82 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE