Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3377

Título: A taxocenose de quirópteros na pequena Central Hidroeléctrica Planalto, no Centro-Oeste Brasileiro
Autor: Gomes, Karla de Souza
Orientador: Palmeirim, Jorge M., 1957-
Zortéa, Marlon
Palavras-chave: Morcegos
Diversidade biológica
Brasil
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: Durante 37 dias ao longo de dois anos e meio, avaliou-se a quiropterofauna na área da Pequena Central Hidroelétrica Planalto (PCH), localizada na divisa dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, no Planalto Central do Brasil, inserida no bioma de savana (Cerrado). Comparou-se os períodos de pré-enchimento e pós-enchimento do reservatório entre os anos de 2008 a 2010, avaliando-se ainda o efeito sazonal na distribuição das espécies. Utilizou-se o método tradicional de capturas com redes de neblina abrangendo as diferentes fitofisionomias. A estrutura da comunidade foi mensurada através da riqueza, abundância, diversidade e composição trófica. Foram capturados 402 morcegos de 17 espécies pertencentes a quatro famílias: Phyllostomidae (13 espécies), Vespertilionidae (2), Mormoopidae (1) e Molossidae (1). Os filostomídeos foram amplamente dominantes em termos de riqueza (13 espécies - 76,5%) e abundância (91%). Vespertilionidae representou 11,8%, Mormoopidae e Molossidae 5,8% cada. A diversidade alfa calculada foi de (H’= 2,107) para uma equitabilidade de (J = 0,744). As espécies mais abundantes foram Anoura geoffroyi, (24,6%), Desmodus rotundus (22,9%) e Carollia perspicillata (17,4%). Troficamente as espécies mostraram uma dominância de espécies frugívoras (42%), insetívoras (29%) e nectarívoras (12%). Em termos de abundância os nectarívoros foram dominantes com 32% das capturas, seguidos pelos frugívoros (30%), hematófagos (23%), insetívoros (10%), carnívoros (4%) e omnívoros (1%). Houve diferença significativa na riqueza e abundância de morcegos entre as fases e períodos sendo os melhores resultados obtidos na fase de pré-enchimento e período chuvoso. A estação chuvosa apresentou o maior número de capturas e de espécies relativamente ao período seco. Houve uma diminuição na riqueza de espécies, índice de diversidade e no número de frugívoros após a formação do reservatório. Os dados da última campanha em 2010 indicaram um leve aumento na incidência de algumas espécies que pode ser resultado da recuperação e da acomodação à nova paisagem local.
During 37 days in a two and half years period, we evaluated the bats in Pequena Central Hidroelétrica (PCH) Planalto area located in the border of Goiás and Mato Grosso do Sul states, in Brazil's Central Plateau, the heart of the savanna biome (Cerrado). We compared the pre-flooding and post-flooding periods of the reservoir between 2008 and 2010, evaluating also the seasonal variation on species distribution. We used the traditional method of capture with mist nets covering different forest physiognomy. The community structure was measured by richness, abundance, diversity and trophic composition. A total of 402 bats of 17 species belonging to four families were captured: Phyllostomidae (13 species), Vespertilionidae (2), Mormoopidae (1) and Molossidae (1). Phyllostomidae were largely dominant in terms of richness (13 species - 76.5%) and abundance (91%). Vespertilionidae represented 11.8%, Mormoopidae and Molossidae 5.8% each. The alpha diversity was (H = 2.107) for an evenness of (J = 0.744). The most abundant species were Anoura geoffroyi (24.6%), Desmodus rotundus (22.9%), and Carollia perspicillata (17.4%). Frugivorous species guild (42%) was the most dominant, followed by insectivorous (29%) and nectarivores (12%). In terms of abundance, nectarivores were dominant with 32% of the captures, followed by frugivorous (30%), hematophagous (23%), insectivores (10%), carnivores (4%), and omnivores (1%). There were significant differences in richness and abundance of bats between the phases and periods of the project, and the best results were obtained in the pre-flooding phase, during the rainy season. The rainy season had the greatest number of captures and species comparing with the dry period. There was a decrease in species richness, rate of diversity, and also in the number of frugivores after the impoundment. The data from the last sampling of 2010 showed a slight increase in the incidence of some species, which may result from recovery and accommodation to the new local landscape.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/3377
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc_tm_karla_gomes.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE