Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Reitoria (REIT) >
REIT - Relatórios de projecto >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3456

Título: Avaliação da actividade antimicrobiana de extractos de espécies de montado contra agentes patogénicos multi-resistentes
Autor: Lai, Bianca Graziele
Orientador: Fernandes, Ana Margarida Monteiro Madureira, 1964-
Issue Date: 2010
Resumo: A acompanhar a história da Humanidade, está indiscutivelmente o uso de plantas medicinais e o registo destas práticas ancestrais para o tratamento de diversas patologias remonta a Mesopotâmia e as mais antigas civilizações do Mundo. Com o passar do tempo, o interesse pelas propriedades terapêuticas provenientes das plantas adquiriu proporções cada vez maiores e, para além disso, o aparecimento de novas técnicas de análise aliado ao acesso mais facilitado ao legado histórico herdado serviu como ponto de partida para a actual fitoquímica. Para muitas plantas foi possível atribuir um uso bem estabelecido e eficácia comprovados, mas existem, ainda inúmeras espécies por analisar e que poderão trazer novas formas de combate a patologias variadas, nomeadamente doenças infecciosas causadas por bactérias multiresistentes e que adquirem proporções cada vez mais preocupantes agravadas pelas elevadas taxas de disseminação. Assim, com o intuito de enriquecer o conhecimento sobre novas plantas e o seu potencial fitoterapêutico, o presente estudo debruçou-se sobre um ecossistema Mediterrânico extremamente peculiar devido à sua vasta biodiversidade – a flora do “Montado”. Este tesouro natural inclui plantas medicinais e aromáticas, muitas delas pouco estudadas e que exigem um aprofundamento das suas propriedades e a sua caracterização fitoquímica. De forma a enriquecer o conhecimento acerca da flora deste ecossistema, foi feita a avaliação da actividade antibacteriana de várias partes colhidas de espécies seleccionadas – Adenocarpus complicatus spp. Anisochilus, Sanguisorba hybrida, Erica lusitanica, Quercus faginea, Lavandula luisieri e Paeonia broteroi – contra um painel de bactérias Gram-positivas (standard e multiresistentes), bactérias Gram-negativas e fungos. Dos vários ensaios realizados, foi possível constatar que a maioria dos extractos testados apresentaram forte actividade inibitória do crescimento da estirpe standard do género Staphylococcus aureus, de onde se estenderam os ensaios para determinação das MICs para as estirpes resistentes à meticilina (MRSA) e resistentes à vancomicina (VRSA). Por conseguinte, os resultados provenientes deste trabalho poderão servir como base a um estudo mais aprofundado de algumas das espécies características do “Montado”, nomeadamente no isolamento de novas moléculas com actividade antibacteriana ou no seu próprio aperfeiçoamento, utilizando-as como lead compounds.
Descrição: Relatório de projecto no âmbito de Bolsa Universidade de Lisboa/Fundação Amadeu Dias (2009/2010)
Universidade de Lisboa. Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10451/3456
Appears in Collections:REIT - Relatórios de projecto

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd_re_Bianca_Lai_2009_2010.pdf2,73 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia