Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/347

Título: Em defesa do multilinguísmo europeu: a importância da diversidade linguística
Autor: Tavares, Pedro Henrique
Orientador: Seruya, Teresa, 1950-
Palavras-chave: União Europeia
Multilinguismo - Países da União Europeia
Multiculturalismo - Países da União Europeia
Política da língua - Países da União Europeia
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: O multilinguismo é parte integrante do código genético da União Europeia e a diversidade linguística é uma característica inevitável e eterna do espaço europeu. A presente investigação analisa a importância da preservação da herança linguística europeia e da promoção dos valores multilingues do Velho Continente como alicerce primordial e transversal do projecto europeu e na procura de soluções para os problemas económico-sociais que ameaçam a União Europeia. As línguas são parte da identidade de cada indivíduo e são a expressão mais directa da cultura, estando o sucesso do modelo europeu dependente do sucesso da união das suas línguas. Procede-se também à análise da importância do ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras, o qual se revela fundamental para equipar os cidadãos europeus com competências linguísticas e plurilingues que serão um trunfo para olear o motor europeu, para melhorar a inclusão social e erradicar o racismo no espaço europeu e também para reforçar a mobilidade, empregabilidade e competitividade económica. Há uma base legal sólida nos tratados da Comissão Europeia que assegura a manutenção do multilinguismo. Porém, não o promove automaticamente. Procura-se também, assim, referir a importância da criação da pasta do multilinguismo na Comissão Europeia, em 2007, atribuída ao Comissário Leonard Orban, responsável por um novo fôlego nas políticas linguísticas, como a recente língua materna mais duas línguas estrangeiras . Estão lançadas as bases para um futuro promissor neste domínio, estimulando o diálogo intercultural que visa, acima de tudo, fomentar a paz e colocar a Europa e o mundo num trilho repleto de prosperidade. A nossa investigação permitiu-nos concluir que o multilinguismo europeu é fulcral para a legitimidade e transparência do funcionamento da Comissão Europeia e só através de uma contínua e crescente promoção e aceitação dos valores multilingues europeus será possível enfrentar os novos desafios económicos, culturais e sociais do século XXI.
Multilingualism is in the genetic code of the European Union and linguistic diversity is an unavoidable and everlasting characteristic of the European territory. Our investigation focus on the importance of the European linguistic heritage's preservation and the old continent's multilingual values' promotion as a primordial and transversal basis of the European project, as well as in searching for solutions for the UE 's threatening socio-economical problems. Languages are part of each individual's identity and they are culture's direct assertion, hence being the European model's success dependent on the languages'union own success. We also conduct an analysis of foreign languages teaching and learning importance, which we consider to be indispensable to equip the European citizens with linguistic and plurilingual skills. These skills can be a trump in oiling Europe's engine, by improving social inclusion, fighting racism and strengthen mobility, employment and economic competitiveness. Multilingualism is guaranteed by a solid legal basis consecrated on the European Commission's treaties. However, that does not promote it automatically. Hence, we try to prove the importance of the Multilingualism Portfolio, created in 2007 by the European Commission, assigned to the Commissioner Leonard Orban. This represents a new breath in the linguistic policies domain, with the recent motion of "mother tongue plus two foreign languages" as an example. We believe that there is promising future ahead in this domain, thus stimulating intercultural dialogue towards the goal of fomenting peace as well as it would keep Europe in a path to prosperity. Our investigation allowed us to conclude that the European multilingualism is pivotal for the legitimacy and transparency of the European Commission's action and that only through a continuous and increasing promotion and acceptance of the European multilingual values will it be possible to face the new economical, social and cultural challenges of the 21st century.
Descrição: Tese de mestrado, Políticas Europeias, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000557793
http://hdl.handle.net/10451/347
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18327_ulfl063647_TM.pdf1,77 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE