Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/35034
Título: Roteiros portugueses, séculos XVI a XVIII. : sua génese e influência no estudo da hidrografia, da meteorologia e do magnetismo terrestre
Autor: Pereira, José Manuel Malhão
Orientador: Leitão, Henrique, 1964-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2018
Data de Defesa: 2018
Resumo: O conjunto de Roteiros portugueses dos séculos XVI a XVIII é hoje em dia o mais importante e mais volumoso, mas também o menos estudado, corpus de documentos relativos à expansão marítima portuguesa que sobreviveu em arquivos portugueses e da Europa. Auxiliares indispensáveis à navegação oceânica de longa distância, mas também usados para viagens de menor alcance, os roteiros são compilações extraordinárias de informação, não apenas sobre as questões náuticas relativas a essas viagens, mas também informação geográfica, dos aspectos meteorológicos e físicos, de fauna e flora observadas, etc. Atendendo a que a expansão marítima portuguesa a partir do século XVI tinha uma escala verdadeiramente planetária, é seguro afirmar-se que os Roteiros portugueses desse período constituem a primeira recolha de informação sobre o mundo natural à escala de todo o planeta de que há memória na história da humanidade. A sua importância, portanto, é superlativa, e o seu estudo, urgente. Esta dissertação pretende contribuir de maneira significativa para o estudo da roteirística portuguesa no seu todo, analisando alguns dos roteiros nos aspetos do seu âmbito geográfico, da metodologia para a aquisição da informação e seus aspetos técnicos, da sua influência no conhecimento do magnetismo, da circulação geral da atmosfera e da meteorologia, esclarecendo os diferentes conteúdos, e avançando também sobre a questão da circulação da informação neles contida.
Portuguese sailing directions or rutters (roteiros), from XVI to XVII centuries, are today the most important, voluminous and also the least studied corpus of documents, relative to the Portuguese maritime expansion, that survived in European and Portuguese archives. Being vital, not only to long but also short distance ocean navigation, the rutters are extraordinary compilations of information, not only about nautical and geographical questions, but also meteorological and physical, besides issues relative to the observed fauna, flora, etc. In the beginning of the XVI century, as Portuguese expansion had a truly planetary scale, Portuguese rutters of that period were for sure the first gathering of information about the natural world that was ever known in the history of mankind. Though, its importance is matchless, and its study an imperative. This thesis intends to contribute, in a significant manner, to the study of Portuguese rutters as a whole, analyzing several of them on the aspects of their geographical sphere, on the methodology for acquiring the information and its technical aspects, on its influence to the knowledge of magnetism, meteorology and the general circulation of the atmosphere, scrutinizing its contents and the amazing way they were spread worldwide.
Descrição: Tese de doutoramento, História e Filosofia das Ciências, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2018
URI: http://hdl.handle.net/10451/35034
Designação: Doutoramento em História e Filosofia das Ciências
Aparece nas colecções:FC - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd732172_td_Jose_Pereira.pdf12,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.