Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3535

Título: Caracterização sazonal das fácies entre marés de sapais dos estuários dos rios Sado e Tejo com base no estudo da microfauna de ostracodos
Autor: Monteiro, Florinda Maria Grazina Marques Reis
Orientador: Cabral, Maria Cristina de Sousa, 1957-
Fatela, Francisco Manuel Falcão, 1964-
Palavras-chave: Ostracodos
Estuário do Rio Sado
Estuário do Rio Tejo
Canais de poros normais
Estrutura populacional
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: Procedeu-se à caracterização sazonal das fácies entre marés de sapais dos estuários dos rios Sado e Tejo com base no estudo da microfauna de ostracodos nos sapais da Carrasqueira e de Alcácer do Sal (estuário do Sado) e de Rosário – Moita (estuário do Tejo). Para a caracterização do estuário do rio Sado, recolheram-se amostras nos perfis designados ALC-S e CAR-S localizados respectivamente em Alcácer do Sal e na Carrasqueira, em situação de Outono e Primavera. Para a caracterização do estuário do rio Tejo recolheram-se amostras no perfil designado ROS-T localizado no Rosário- Moita em dois anos consecutivos (Primavera e Outono 04 e Outono 05 e Primavera 06). Em ambos os casos foram medidos alguns parâmetros das águas intersticiais nos pontos de amostragem nomeadamente temperatura, salinidade, oxigénio dissolvido e pH. O estuário do Sado revelou ser uma zona com reduzida diversidade e quantidade de ostracodos. O estuário do Tejo apesar de apresentar também pequena diversidade de ostracodos, revelou maior abundância, com largo predomínio da espécie Loxoconcha elliptica. Foram identificadas dez espécies, seis autóctones do sapal - Loxoconcha elliptica, Cyprideis torosa, Cytherois fischeri, Callistocythere murrayi , Leptocythere porcellanea e Leptocythere lacertosa e quatro correspondentes a formas transportadas - Leptocythere muellerfabaeformis, Loxoconcha rhomboidea, Xestoleberis sp. E Miocyprideis sp. Efectuou-se o estudo da estrutura da população nas espécies mais representativas Loxoconcha elliptica e Cyprideis torosa e o estudo dos canais de poros normais, mediante a obtenção de fotografias e recorrendo a bibliografia existente para esse efeito. As espécies identificadas, Loxoconcha elliptica, Cyprideis torosa, Cytherois fischeri, Callistocythere murrayi, Leptocythere porcellanea e Leptocythere lacertosa distribuemse pela zona do raso de maré e baixo sapal e correspondem a espécies típicas de meios margino-litorais estuarinos e lagunares. A associação de ostracodos identificada no estuário do Sado e do Tejo é comum às associações encontradas em estuários do Atlântico Norte, britânicos, espanhóis, franceses e marroquinos. Foram elaboradas 2 estampas que ilustram as espécies identificadas.
The seasonal characterization of the estuary facies salt marsh from Sado and Tejo riverswas undertaken, based on the ostracod study from Carrasqueira and Alcácer do Sal salt marshes (Sado river) and Rosário-Moita (Tejo river). To study the Sado river estuary, samples were collected in Autumn and Spring conditions from two transects named ALC-S and CAR-S, located in Alcácer do Sal and Carrasqueira, respectively. For the estuary of Tejo river, samples were collected in a transect named ROS-T located in Rosário – Moita in two consecutive years (Spring and Autumn 2004, Autumn 2005 and Spring 2006). In both cases interstitial water parameters were measured, such as temperature, salinity, dissolved oxygen and pH. The Sado estuary revealed to have reduced ostracod diversity and quantity. The Tejo estuary revealed reduced diversity, but higher quantity of ostracods, with a clear predominance of the species Loxoconcha elliptica. Ten species were identified: six autochthonous from the salt marsh (Loxoconcha elliptica, Cyprideis torosa, Cytherois fischeri, Callistocythere murrayi , Leptocythere porcellanea and Leptocythere lacertosa), and four transported or allouchtonous species (Leptocythere muellerfabaeformis, Loxoconcha rhomboidea, Xestoleberis sp. And Miocyprideis sp.). Studies on the population structure and normal pore canal were undertaken, based on photographs and available literature, focusing on the most abundant species (Loxoconcha elliptica e Cyprideis torosa). The identified species Loxoconcha elliptica, Cyprideis torosa, Cytherois fischeri, Callistocythere murrayi, Leptocythere porcellanea and Leptocythere lacertosa are distributed throughout the tidal flat and the lower salt marsh and are typical of marginal-marine, estuarine and lagoonal environments. The ostracod assemblages found in the estuaries of the rivers Sado and Tejo rivers are similar to those found in North Atlantic, British, Spanish, French and Moroccan estuaries.2 plates were elaborated to illustrate the recognized species.
Descrição: Tese de mestrado, Geologia do Ambiente (Riscos Geológicos e Ordenamento do Território), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/3535
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc055556_tm_Florinda_Monteiro.pdf12,34 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia