Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/35369
Título: Festivals of Portugal : uma marca de promoção turística
Autor: Azevedo, Marta Patrícia Silva Cardoso de
Orientador: Simões, José Manuel
Palavras-chave: Turismo
turismo cultural
marca internacional
representação
festivais de música
engagement
Data de Defesa: 23-Mai-2018
Resumo: Este trabalho projeto tem como objetivo principal determinar se os festivais de música em Portugal poderão tornar-se um produto turístico delineado de forma estratégica para promoção de Portugal como Destino de Eventos. O turismo é um dos serviços mais relevantes na sociedade atual e Portugal apresentando várias características intrínsecas que por si só são catalisadoras e potenciadoras da atração de públicos (incluindo visitantes e turistas), no entanto, é cada vez mais fulcral o desenvolvimento de produtos e serviços específicos e diferenciados que tenham a capacidade de elevar o potencial turístico de um local. Assim, sustento que, genéricamente, o turismo cultural, e de uma forma mais específica os festivais de música, podem constituir uma alavanca para o posicionamento estratégico, definição e promoção de destinos turísticos. Com 272 festivais de música realizados em 2017 (Bramão, 2017), Portugal é um produtor dinâmico e de qualidade deste tipo de eventos, que abrangem vários estilos e com capacidade de atrair vários públicos. Aliando a este tipo de eventos todas as características intrínsecas a Portugal como um ótimo destino turístico, coloco neste trabalho diferentes hipóteses de trabalho: i) É relevante a criação de uma marca de promoção internacional dos festivais de música portugueses como imagem de marca de um produto turístico?; ii) A criação de tal marca poderia ser inovadora no contexto do turismo português?; iii) Faz sentido existir uma marca que aglutine todos os festivais de música em Portugal?; Como poderia concretizar-se tal iniciativa na prática?Em conformidade, como questão de partida para este trabalho coloco a seguinte: A representação coletiva dos festivais de música, realizados no nosso país, poderá constituir-se como um forte instrumento para a promoção turística interna e externa de Portugal? Este trabalho estrutura-se em quarto partes essenciais. Na Parte 1, que terá um carácter mais abrangente e de enquadramento, aborda-se o estado da arte relativamente ao Turismo Cultural, relevando os eventos e festivais de música em Portugal, bem como a análise geral da indústria dos festivais de música nacionais e o ponto de situação relativamente ao resto do mundo, com foco principal na Europa. Na Parte 2, apresenta-se a metodologia e os resultados que permitem ou não confirmar as hipóteses aqui levantadas. Na Parte 3, aborda-se a relevância da criação de uma marca de promoção a nível internacional dos festivais portugueses que possa trazer os maiores benefícios possível ao turismo nacional. Na Parte 4, será apresentada uma proposta de criação de marca, que inclui o plano de todo o projeto, estratégia de comunicação e marketing.
This project has the main goal to determine if the music festivals in Portugal could become a tourist product outlined strategically for the promotion of Portugal as an event destination. Tourism is one of the most relevant services in today's society, and Portugal has several intrinsic characteristics that in themselves are catalysts and enablers of attracting audiences and visitors, nevertheless, it is increasingly crucial to create unique and differentiated products and services that have the capacity to raise the tourist potential of a local. Thus, in a very broad way, cultural tourism, and in a more specific way the music festivals, can present a strategic positioning of definition and promotion of touristic destinations. With 272 music festivals in 2017 (Bramão, 2017), Portugal is a quality producer of this type of events that have the capacity to attract various audiences. Combining this type of events with all the characteristics intrinsic to Portugal as a great tourist destination, this project raises several questions: i) Is it relevant to create a brand of international promotion of Portuguese music festivals as a tourist product?; ii) Is the creation of this brand an innovation in Portuguese tourism?; iii) Does it make sense to have a brand that agglutinates all music festivals in Portugal? What would this brand be like? Accordingly, as a starting point for this work the main hypothesis is: What is the importance of a collective representation in the area of music festivals with an exclusive focus on the promotion of cultural tourism in Portugal? This work is structured into four essential parts. In Part 1, will address the state of the art regarding Cultural Tourism, highlighting the events and music festivals in Portugal, as well as the general analysis of the industry of the national music festivals. Part 2 presents the methodology and the results that will (or not) confirm the hypotheses. Part 3, will have the argument the relevance of the creation of an international promotion brand of Portuguese festivals that can convey the greatest benefits to national tourism. In Part 4, a branding proposal will be presented, which includes the whole project plan, communication and marketing strategy.
URI: http://hdl.handle.net/10451/35369
Designação: Turismo e Comunicação
Aparece nas colecções:IGOT - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tm_igotul011202.pdf1,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.