Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/3570
Título: Gestos fundadores: uma literatura de Ernest Hemingway : the old man and the sea
Autor: Caetano, Maria Alexandra de Barros, 1967-
Orientador: Feijó, António M., 1952-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2011
Hemingway,Ernest,1899-1961
Literatura americana - séc.20
Análise literária
Data de Defesa: 2010
Resumo: Esta tese propõe uma leitura da novela de Ernest Hemingway, The Old Man and the Sea (1952). Tendo como objecto de análise a história de um velho que luta para resgatar do oceano o seu mais sublime peixe, a fim de vingar a escassez de oitenta e quatro dias sem captura, estabelece-se uma analogia entre a aprendizagem da pesca e a interpretação literária. A partir desta correlação, sugere-se que a novela reconfigura, sob uma expressão conceptual e idiomática própria, a noção de identidade ancorada na visão pós-cartesiana da psique: o conceito de gestos fundadores traduz a luta do herói para se afirmar; o vocábulo conversão, oriundo da tradição judaico-cristã, descreve a sua aprendizagem; a metáfora é o tropo em que se exprime a metamorfose; imitação ou mimese é o conceito, de inspiração aristotélica, que subtende a equação autobiográfica entre a demanda de pesca e a arte poética. A investigação procurará harmonizar a análise do pormenor com a visão do todo.
This thesis proposes a reading of the novel The Old Man and the Sea (1952) by Ernest Hemingway. Having as an object of analysis the story of an old man who struggles to rescue from the ocean its most sublime fish, in order to avenge the scarcity of eighty-four days without capture, it establishes an analogy between learning how to fish and literary interpretation. From this correlation, it is suggested that the novel reconfigures, in a conceptual and idiomatic expression, the notion of identity rooted in the post-Cartesian view of the psyche: the concept of foundational gestures reflects the hero's struggle to assert himself; the word conversion, derived from the Judeo-Christian tradition, describes his learning; the metaphor is the trope that expresses the metamorphosis; imitation or mimesis is the concept of Aristotelian inspiration which implies the autobiographical equation between the demand for fishing and the poetic art. The investigation will try to harmonize the analysis of detail with the vision of the whole.
Descrição: Tese de doutoramento, Estudos Literários (Teoria da Literatura), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/3570
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd60724_td_Alexandra_Caetano.pdf3,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.