Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3572

Título: Desenvolvimento de novas metodologias analíticas para monitorização de PPCPs em matrizes reais
Autor: Silva, Ana Rita Mendão, 1980-
Orientador: Nogueira, José Manuel Florêncio, 1965-
Palavras-chave: Química analítica
Produtos farmacêuticos
Higiene
Teses de doutoramento - 2011
Issue Date: 2010
Resumo: O presente trabalho propõe o desenvolvimento de novas metodologias analíticas para monitorização vestigial de produtos farmacêuticos de higiene e cuidado pessoal (PPCPs) em matrizes reais. As classes de PPCPs estudadas como compostos modelo foram “musks”, anti-sépticos, analgésicos, anti-inflamatórios, reguladores lipídicos, antibióticos e hormonas esteróides sexuais. Numa primeira abordagem, as técnicas cromatográficas e hifenadas seleccionadas demonstraram ser eficazes e versáteis na monitorização deste alargado grupo de PPCPs. No entanto, face às concentrações vestigiais geralmente observadas no ambiente, os procedimentos analíticos requerem um passo de enriquecimento como pré-requisito para eliminar possíveis interferentes e baixar os limites de detecção da instrumentação analítica. As metodologias desenvolvidas direccionaram-se no sentido de recuperar selectivamente os PPCPs alvo, reduzindo significativamente a quantidade de solventes e de amostra. Neste contexto, a técnica de extracção sortiva em barra de agitação (SBSE) com fase polimérica à base de polidimetilsiloxano (PDMS) demonstrou ser adequada para a extracção de PPCPs com características mais apolares, caso dos “musks” e anti-sépticos, embora evidencie limitações para os mais polares. Assim, procedeu-se ao desenvolvimento de novas abordagens, tendo-se numa primeira fase utilizado SBSE com fase polimérica à base de poliuretano (PU). Dos dados obtidos, concluiu-se que esta nova fase era indicada para micro-extrair compostos com polaridade intermédia (anti-inflamatórios acídicos não esteróides e reguladores lipídicos), embora ainda evidenciasse algumas limitações para analitos com polaridade mais acentuada. Neste sentido, propôs-se uma técnica inovadora, a micro-extracção adsortiva em multi-esferas (MSAμE), para análise de PPCPs com polaridade acentuada. A preparação, caracterização e testes de estabilidade destes novos micro-dispositivos são discutidos em detalhe. Esta metodologia provou ser económica, robusta, fácil de preparar e de utilizar, possibilitando a selecção da fase extractiva mais adequada para cada tipo de aplicação em particular. A utilização de MSAμE com carvões activados (ACs) e copolímero poliestireno-divinilbenzeno (PS-DVB), evidenciou maior eficiência de recuperação de diversas classes de PPCPs relativamente às técnicas de SBSE(PDMS) e SBSE(PU), revelando maior eficicácia para análise vestigial em amostras ambientais. O desenvolvimento destas novas abordagens analíticas foi avaliado com recurso à optimização sistematizada dos parâmetros que influenciam o processo analítico, de forma a incrementar a sensibilidade e selectividade dos métodos envolvidos, assim como à validação e aplicação a matrizes reais com importância reconhecida.
The present work aims the development of novel analytical methodologies to monitor trace levels of pharmaceuticals and personal care products (PPCPs) in real matrices. The PPCPs classes studied as model compounds were “musks”, anti-septics, analgesics, antiinflammatory drugs, lipidic regulators, antibiotics and sexual steroid hormones. In a first approach, the selected chromatographic and hyphenated techniques showed to be effective and versatile to monitor this wide range of PPCPs classes. However, due to the trace level contents usually achieved in the environment, the analytical procedures requires a previous enrichment step as a pre-requisite to eliminate possible interferences and decrease the detection limits of the analytical instrumentation. The developed methodologies focused on the selective recovery of target PPCPs with the maximum reduction of the amount of solvents and sample. In this context, stir bar sorptive extraction technique (SBSE) with polydimethylsiloxane (PDMS) polymeric phase has demonstrated to be suitable to extract PPCPs with non-polar characteristics, such as musks and anti-septics, although showed limitations for the more polar ones. Thus, new methodologies were firstly proposed by using SBSE with polyurethane (PU) polymeric phase. From the data obtained, this novel extractive phase is much more indicated for compounds with medium polarity (non-steroidal acidic anti-inflammatory drugs and lipidic regulators), but still showed limitations for analytes with strong polarity. Therefore, a novel enrichment technique, multi-spheres adsorptive micro-extraction (MSAμE), is proposed for the enrichment of PPCPs with strong polarity. The preparation, characterization and stability tests of these new micro-devices are fully discussed. This analytical methodology proved to be cost-effective, robustness and easy to work-up, enabling the selection of the most convenient extractive phase for each particular type of application. By comparing MSAμE, using active carbons (ACs) and polystyrene divinylbenzene co-polymers (PS-DVB), with SBSE(PDMS) and SBSE(PU) techniques, the former showed much higher effectiveness for trace analyses in environmental samples. The development of these new analytical approaches was evaluated through the optimization of systematic parameters that have influence in the analytical process, in order to increase the sensibility and selectivity of these methods, as well as the validation and application to real matrices with recognized relevance.
Descrição: Tese de doutoramento, Química (Química Analítica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/3572
Appears in Collections:FC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd60704_td_Ana_Silva.pdf4,94 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia