Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa / University of Lisbon Centre for English Studies (CEAUL/ULICES) >
CEAUL/ULICES - Cadernos de Anglística >
CEAUL/ULICES - CA03 >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3826

Título: Cultura e análise cultural: um ensaio sobre a disciplina de cultura inglesa I na Faculdade de Letras de Lisboa
Autor: Faria, Luísa Leal de,1948-
Palavras-chave: Cultura inglesa
Língua inglesa
Programas de ensino
Issue Date: 2001
Editora: Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa; Colibri
Citação: Cadernos de anglística, 3
Resumo: O ensaio que a seguir se apresenta constitui um exercício de reflexão sobre uma disciplina curricular compreendida no actual plano de estudos da licencia tura em Línguas e Literaturas Modernas, com a variante de Inglês, leccionada na Faculdade de Letras de Lisboa. A disciplina de Cultura Inglesa I tem sido, desde há uma década, objecto de inúmeros debates entre os colegas que a têm leccionado, quer em sede de coordenação, quer em diálogos acidentais ou intencionais, que permitem a troca mais informal mas não menos informada de pontos de vista. Destes diá lo gos têm resultado programas coordenados, mas tem-se tornado evidente, também, que a definição dos conteúdos desejados e das metodologias adequa das é susceptível de infinitas variações. Também os pontos de vista teóricos que devem presidir à definição dos conteúdos têm sido sujeitos a debate, não se registando sempre convergência nas fundamentações preferidas por cada um. Num ponto, no entanto, todos os docentes que têm reflectido sobre o perfil da Cultura Inglesa I, em cujo grupo me incluo, estiveram sempre de acordo: o que pensamos ser indispensável conter no limite anual desta disci - plina extravasa em tanto o que é razoável esperar dos professores, dos alunos e do “sistema”, num programa anual, que facilmente poderia caber em dois ou três anos curriculares. Foi a vontade de ensaiar as possibilidades de acomodar as diferentes matrizes teóricas, os conteúdos descritivos, a interpelação crítica que me pare - cem fundamentais, dentro de um largo expectro de introdução e de análise da cultura inglesa, num ano lectivo apenas, que precipitou a construção do projecto que, de seguida, apresentarei. Ao fazê-lo, não me limitarei a apresentar um conjunto de posições teó - ricas. Pretendo, sobretudo, descrever o modo como, na prática, esta disci pli na pode ser leccionada, o que inclui também considerações sobre os processos de ensino-aprendizagem e de avaliação, bem como a tentativa de demonstrar, através dos sumários de 50 aulas teórico-práticas, ser possível a inclusão nelas de todas as perspectivas e items desenvolvidos em partes anteriores do ensaio. E, como é evidente, uma cuidadosa selecção de bibliografia, apresentada em vários segmentos, consoante a natureza e os objectivos de cada espécie, faz parte integrante deste projecto. As limitações, os constrangimentos, os critérios de selecção e hierarqui - zação a que ele está sujeito aparecerão na exposição que se segue. Fica esta como um exercício de disciplina académica, que procura conciliar o desejável com o possível.
URI: http://hdl.handle.net/10451/3826
ISSN: 972-772-214-8
Appears in Collections:CEAUL/ULICES - CA03

Files in This Item:

File Description SizeFormat
972-772-214-8_00001-000129_03.pdf450,41 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE