Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/386

Título: Inteligibilidade e inglês como língua internacional: um estudo de caso da pronúncia de palavras em -ed produzidas por falantes brasileiros
Autor: Fernandes, Renata Kelli Modesto
Orientador: Azuaga, Maria Luísa, 1945-
Palavras-chave: Língua inglesa como língua estrangeira
Aquisição de segunda língua
Ensino de línguas
Pronúncia
Normalização
Sociolinguística
Issue Date: 2009
Resumo: Este estudo aborda o fenômeno do inglês usado como língua internacional (English as an International Language EIL) ou língua franca (English as a Lingua Franca - ELF) em variados contextos sociolinguísticos, bem como consequências da difusão da língua inglesa pelo mundo. Tendo-se em vista a importância da mútua inteligibilidade de pronúncia entre os falantes de inglês não nativos, e na tentativa de colaborar com a expansão dos estudos sobre a inteligibilidade de pronúncia no cenário de pesquisa brasileiro, o principal objetivo desta investigação é verificar a inteligibilidade de pronúncia de palavras terminadas em ed produzidas por brasileiros, falantes de inglês, avaliadas por indianos e portugueses. Para tal, desenvolveu-se um conjunto de atividades em que, primeiramente, participantes brasileiros criaram pequenas histórias e leram pequenos parágrafos contendo palavras terminadas em ed; em seguida, as amostras de fala espontânea (speaking task) e de leitura (reading task), produzidas pelos brasileiros aprendizes de inglês, foram apresentadas aos avaliadores indianos e portugueses. Num primeiro momento, estes avaliadores ouviram as amostras referentes a fala espontânea e, em escala de 1 a 3, avaliaram a inteligibilidade de fala. No segundo momento, as amostras de leitura foram apresentadas aos mesmos avaliadores e transcritas por eles. Os resultados mostram que a pronúncia particular dos participantes brasileiros, caracterizada pela adição de uma vogal epentética, embora relativamente, afetou a inteligibilidade dos avaliadores. Esta conclusão reforça a necessidade de se refletir sobre a inclusão desta característica no ensino de inglês usado como língua internacional, uma vez que as interações linguísticas entre os falantes não nativos se intensificam cada vez mais e ela é, como se confirmou, um entrave à inteligibilidade. Destaca-se, sobretudo, a necessidade de futuras investigações com enfoque nesta perspectiva, no sentido de ir ao encontro dos novos usos do inglês a nível global que poderão conduzir a alterações no ensino da língua inglesa.
This study deals with the phenomenon of English being used as an International Language (EIL) or Lingua Franca (ELF) in varied sociolinguistic contexts, as well as, the consequences of the spread of the English language around the world. Being concerned about the mutual pronunciation intelligibility between non-native English speakers and seeking to collaborate with the expansion of studies about pronunciation intelligibility on the Brazilian research cenario, the main aim of this investigation is to check pronunciation intelligibility in words ended in ed produced by Brazilian English speakers and evaluated by Indian and Portuguese speakers of English. Brazilian participants described four pictures in order to create stories using words ending in ed and read some short paragraphs. The samples of the spontaneous speech (speaking task) and the reading (reading task) produced by Brazilian learners of English were presented to Indian and Portuguese speakers of English. At first, the Indian and Portuguese participants heard the spontaneous speech samples and rated the intelligibility of the samples on a 3-point scale. Afterwards, the reading samples were presented to the same raters and transcribed by them. The results show that this pronunciation feature relatively affected intelligibility of the listeners, thus, it is believed that it has to be included in the teaching of English as an international language since interaction between non native speakers has increased and, as it was confirmed, it is a barrier to intelligibility. Future investigation is needed mainly on non-native perspective so that the teaching of the English can be seen at the global level.
Descrição: Tese de mestrado, Estudos Ingleses e Americanos, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000566782
http://hdl.handle.net/10451/386
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
20080_ulfl064851_tm.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE