Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/3891

Título: Sobre a possibilidade do ensino da filosofia no ensino secundário
Autor: Guerra, Emanuel Reginaldo Miragaia
Orientador: Santos, Leonel Ribeiro dos,1947-
Palavras-chave: Ensino da filosofia
Ensino secundário
Relatórios da Prática de Ensino Supervisionada - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: O que é a filosofia? A partir de que parâmetros se poderá indicar que nos encontramos defronte da filosofia? Será esta a questão que tentaremos responder neste trabalho. Será uma tentativa de definir qual o melhor modelo educacional, clássico ou construtivista, que serve o ensino da filosofia, através de uma descrição dos processos que nos levaram a planificar e concretizar as aulas decorrentes da cadeira de IPP. O processo educativo a desenvolver deverá restringir-se a um modelo baseado na arte de decorar? Deverá assentar na autonomia do aluno e no seu desabrochamento? Ou a possibilidade da filosofia apenas é concebível no entrelaçar destes modelos? Será também uma tentativa de resposta, fruto das inquietações derivadas das perspectivas de Matthew Lipman, se a filosofia poderá restringirse apenas a um processo do uso da razão, assente numa cientificidade, esquecendo-se, para esse fim, de todos os factores que poderão ser considerados de constrangimentos, a esse raciocínio autónomo, como, por exemplo, as histórias do uso da razão e a cultura, a que qualquer ser aprendente está inserido.
Abstract: What is philosophy? From what parameters can we indicate if we are in front of philosophy? Is this the question we try to answer in this work. It will be an attempt to determine the best educational model, classical or constructive, that serves the teaching of philosophy, through a description of the processes that led us to plan and implement the lessons arising from the class of IPP. The educational process to develop should be restricted to a model based on the art of decorating? Should be based on the learner autonomy and its unfolding? Or the possibility of philosophy is only conceivable in the intertwining of these models? It will also be an attempt to answer, the result of concerns derived from the perspectives of Matthew Lipman, if philosophy could be restricted just to a process of reasoning, based on a scientific, forgetting, for this purpose, all factors that may be considered as constraints in this independent reasoning, for example, the stories of the use of reason and the culture, which any learner is being inserted.
Descrição: Relatório da Prática de Ensino Supervisionada, Mestrado em Ensino da Filosofia no Ensino Secundário, Universidade de Lisboa, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/3891
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl068172_tm_plato's cave.mp438,28 MBVideo QuicktimeView/Open
ulfl068172_tm_adaptation_plato.mp414,56 MBVideo QuicktimeView/Open
ulfl068172_tm.pdfTese1,96 MBAdobe PDFView/Open
ulfl068172_tm_capa.pdfCapa e resumo15,78 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE