Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/3929
Título: A representação do feminino no surrealismo português
Autor: Rocha, Michele Cristina Coutinho, 1969-
Orientador: Ferrão, Hugo, 1954-
Cuadrado, Perfecto E., 1949-
Tavares, Cristina Azevedo, 1956-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2011
Rodin, Auguste, 1840-1917
Bourgeois, Louise, 1911-2010
Escultura
Corpo humano
Data de Defesa: 2010
Resumo: O presente projecto de investigação estabelece como objectivo o estudo da representação do Feminino no contexto do Surrealismo português, considerando a especificidade do discurso artístico como parte integrante de uma realidade heterogénea, constituída por uma pluralidade de propostas plásticas e linguagens artísticas, onde confluem a palavra e a imagem. Ao centrar o estudo da imagética surrealista portuguesa na problemática do Feminino – entendida como dimensão agregadora da visualidade plástica e poética e assumida como elemento fundamental para a interpretação e teorização do Surrealismo – teoriza-se sobre a existência de uma especificidade no discurso dos surrealistas portugueses, focada no Feminino, que ultrapassa as condicionantes históricas, as diferenças entre grupos e os diversos posicionamentos teóricos e estéticos. A investigação confirma uma série de constantes imagéticas ou territórios de convergência na representação do Feminino, que oscilam entre a evocação de uma unidade e integridade corporal e psíquica e a dissolução e perda dessa dimensão idealizada como perfeita, mas também a afirmação do Feminino como objecto privilegiado de impulsos destrutivos ou como pulsão de destruição e morte. Deste modo este estudo apresenta uma abordagem inovadora que contribui para uma redefinição da imagética surrealista portuguesa, a partir do Feminino, abrindo outras perspectivas à investigação.
The current project of research has the purpose of studying the role of the Feminine within Portuguese Surrealism context, considering the particularity of the artistic speech as an integrant part of a heterogeneous reality, composed by a plurality of plastic purposes and artistic languages, where word and image converge. By focusing the study of the Portuguese surrealist imagery on the Feminine problematic – understood as an aggregating dimension of plastic and poetic vision and assumed as an essential element to interpret and understand Surrealism – a theory is developed on the existence of a specificity in the speech of Portuguese surrealists, centred on the Feminine, which surpasses the historical conditionings, the differences between groups and the several theoretical and esthetical positioning. Research confirms a series of constant imageries or convergence territories for Feminine representation, which vary between the evocation of a body and psychic unit and integrity on one side and the dissolution and lost of that dimension idealized as being perfect on the other, but also the affirmation of Feminine as a privileged object of destructive impulses or as an impeller of destruction and death. This study presents a new approach which contributes to a redefinition of Portuguese surrealist imagery, from a Feminine view, opening other perspectives to research.
Descrição: Tese de doutoramento, Belas-Artes (Pintura), Universidade de Lisboa, Faculdade de Belas-Artes, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/3929
Aparece nas colecções:FBA - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd60841_td_25_indice_onomastico.pdf66,82 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_24_indice_ imagens.pdf193,64 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_23_capa_indices.pdf6,36 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_22_bibliografia.pdf197,75 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_21_capa_bibliografia.pdf6,62 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_20_conclusoes.pdf98 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_19_capa_conclusao.pdf6,62 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_18_cap_6.pdf788,46 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_17_cap_5.pdf2,13 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_16_cap_4.pdf1 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_15_cap_3.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_14_nota_introdutoria.pdf51,14 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_13_ parte_ II.pdf18,31 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_12_cap_ 2.pdf244,88 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_11_cap_1.pdf338,02 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_10_parte_I.pdf17,57 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_9_introducao.pdf86,63 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_8_capa_introducao.pdf7,08 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_7_pag_1.pdf8,27 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_6_indice_geral.pdf66,13 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_5_abstract.pdf27,61 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_4_resumo.pdf27,94 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_3_agradecimentos.pdf26,84 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_2_dedicatoria.pdf13,48 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
ulsd60841_td_1_capa.pdf37,7 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.