Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/3999
Título: O debate sobre as Universidades Populares na imprensa portuguesa de educação e ensino: o exemplo de "A vida portuguesa" (1912-1915)
Autor: Pintassilgo, Joaquim
Palavras-chave: Educação popular
Vulgarização científica e cultural
Universidade popular
Imprensa de educação e ensino
Data: Dez-2006
Editora: Faculdade de Educação - UNICAMP
Citação: Revista HISTEDBR, 24
Resumo: A produção intelectual portuguesa da transição do século XIX para o século XX é muito marcada pela difusão das teses decadentistas e pela presença dos lugares-comuns da ideologia positivista. A «Renascença Portuguesa» (formada em 1911) tornou-se o mais importante dos movimentos culturais então criados e assumiu como principal finalidade a tarefa de elaboração e difusão da cultura considerada necessária para a almejada regeneração social. Dela fizeram parte alguns dos mais influentes intelectuais do período. A partir da iniciativa de Jaime Cortesão nasceu, no ano de 1912, a revista A Vida Portuguesa, cujo subtítulo – «quinzenário de inquérito à vida nacional» - expressa todo um programa do qual faz parte o esforço de reflexão sobre os problemas pedagógico, religioso, económico e social. A revista dá grande destaque às informações sobre as universidades populares dinamizadas pela «Renascença Portuguesa». É toda esta reflexão produzida no interior de A Vida Portuguesa sobre as Universidades Populares que é assumida como objecto do presente texto. Procuraremos, ainda, captar o posicionamento particular de Jaime Cortesão – um intelectual com fortes ligações ao Brasil (onde viveu entre 1940 e 1957) – sobre a temática da educação popular.
URI: http://hdl.handle.net/10451/3999
Aparece nas colecções:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O debate sobre as universidades populares.pdf171,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.