Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/400

Título: A Web 2.0 nas bibliotecas universitárias portuguesas: um estudo da implementação do paradigma da biblioteca 2.0
Autor: Coelho, Helena Sofia Felisberto
Orientador: Leitão, Paulo Jorge Oliveira
Alberto, Paulo Farmhouse,1959-
Palavras-chave: Web 2.0
Biblioteca 2.0
Bibliotecas universitárias - Portugal
Novas tecnologias de informação e comunicação
Issue Date: 2009
Resumo: A discussão dos conceitos de Web 2.0 e Biblioteca 2.0 tem-se intensificado na comunidade biblioteconómica, pois a mudança de paradigma da Web 1.0 para a Web 2.0 configura uma evolução social e tecnológica que afecta várias profissões, reflectindo-se nas expectativas dos utilizadores das bibliotecas e, consequentemente, nos possíveis futuros destas. Assim sendo, afigura-se crucial que os profissionais destas organizações conheçam estes conceitos e as ferramentas associadas, incluindo blogues, wikis, redes sociais, ficheiros de streaming media, sistemas de bookmarking social, aplicações para troca de mensagens instantâneas e recursos de sindicação de conteúdos. Este trabalho teve como objectivos identificar o conceito de Biblioteca 2.0, bem como as ferramentas existentes para a sua implementação, e conhecer o nível de implementação do paradigma da Biblioteca 2.0 nas bibliotecas universitárias portuguesas. A partir da literatura consultada e de exemplos de boas práticas, foi elaborada uma escala para analisar a implementação do novo paradigma, com visitas aos sítios Web institucionais para averiguação da utilização de recursos associados ao conceito de Web 2.0. Foi verificado que 59,1% das universidades públicas e 23,7% das privadas utilizam alguns recursos da Web 2.0, com destaque para a sindicação de conteúdos. No entanto, estes resultados não correspondem exclusivamente à utilização das ferramentas analisadas. Por vezes, há integração nos sistemas de gestão biblioteconómica de funcionalidades abrangidas pelo conceito de Web 2.0, mas onde as características deste novo paradigma são menos evidentes, tais como a configuração de alertas bibliográficos e a personalização da interface de pesquisa. Isto é um sinal provável de que, independentemente da popularização daquelas que são consideradas as ferramentas 2.0 em sentido estrito, as bibliotecas tendem a seguir uma filosofia de prestação de serviços personalizados, centrados no utilizador, que é um aspecto importante da Web 2.0.
The discussion of Web 2.0 and Library 2.0 concepts is intensifying in the librarianship community, since the paradigm shift from Web 1.0 to Web 2.0 involves social and technological developments affecting several professions, with implications on library users expectations and, consequently, on the possible futures of libraries. Therefore, it is crucial that the staff of these organizations is aware of such concepts and associated tools, including blogs, wikis, social networks, streaming media files, social bookmarking systems, instant messaging applications and resources for content syndication. This work aimed at identifying the concept of Library 2.0 and the tools available for its implementation, as well as understanding the level of implementation of the Library 2.0 paradigm in Portuguese university libraries. From the consulted literature and examples of good practices, a scale was developed to analyze the implementation of the new paradigm, with visits to institutional websites for evaluating the use of resources associated with the concept of Web 2.0. It was found that 59.1% of public universities and 23.7% of private universities use some Web 2.0 resources, with content syndication standing out. However, this results don't correspond exclusively to the use of tools examined. Sometimes, library systems include features embraced by the Web 2.0 concept, but in which the characteristics of this new paradigm are less evident, such as bibliographic alerts setting and search interface customization. This suggests that, probably, irrespective of the popularization of those that are considered Web 2.0 tools in the strict sense, libraries tend to follow a philosophy of providing personalized user-centric services, which is an important aspect of Web 2.0.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Documentação e Informação, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000561549
http://hdl.handle.net/10451/400
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
19052_ulfl_068115_tm_capa.pdf75,95 kBAdobe PDFView/Open
19053_ulfl0681152_tm_parte_1.pdf133,67 kBAdobe PDFView/Open
19054_ulfl0681152_tm_parte_2.pdf1,99 MBAdobe PDFView/Open
19055_ulfl0681152_tm_tabela_1.pdf37,86 kBAdobe PDFView/Open
19056_ulfl0681152_tm_tabela_2.pdf47,38 kBAdobe PDFView/Open
19057_ulfl0681152_tm_tabela_3.pdf41,2 kBAdobe PDFView/Open
19058_ulfl0681152_tm_tabela_4.pdf38,75 kBAdobe PDFView/Open
19059_ulfl0681152_tm_separador.pdf7,12 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia