Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4010

Título: A imagem e a ideia de Europa nos manuais escolares do ensino primário em Portugal (1900-1926)
Autor: Pintassilgo, Joaquim
Costa, Rui Afonso
Palavras-chave: Manuais
Ensino primário
Issue Date: 2000
Editora: Franco Angeli
Citação: L' Immagine e l' idea di Europa nei manuali scolastici (1900-1945)
Resumo: O objectivo do presente trabalho é o de proceder a um levantamento das referências à ideia e à imagem da Europa nos manuais escolares portugueses de Instrução Primária no período entre 1900 e 1926; simultaneamente pretendemos reflectir acerca do sentido assumido por essas referências no contexto do Portugal do primeiro quartel do século XX, ou seja, nos últimos e decisivos anos da monarquia constitucional e em todo o breve, embora rico e intenso, momento republicano. O nosso corpus documental é constituído pelos manuais existentes na Biblioteca Nacional de Lisboa para esse período e grau de ensino. A análise incidiu, em particular, sobre 58 manuais, sendo 21 de instrução moral e cívica, 15 de história, 12 livros de leitura e 10 de geografia. Desses manuais, 16 foram aprovados ou utilizados durante a Monarquia e 41 já na República. A divisão entre os dois referidos períodos históricos não marca uma diferença clara, tanto do ponto de vista formal como quanto ao conteúdo, entre os manuais utilizados. Finalmente, importa chamar a atenção para as dificuldades decorrentes do facto de, nos manuais por nós analisados, as referências à ideia de Europa serem escassas, para o que contribui o grau de ensino a que se destinam os manuais. Este facto é, por si mesmo, significativo, levando-nos, no entanto, a reflectir mais a partir da ausência dessa ideia do que da sua presença. A nossa hipótese de trabalho é, então, a seguinte: não há indícios de que se pretenda, no período em análise, socializar numa perspectiva europeia as crianças que frequentam a escola primária, sendo o potencial papel integrador da noção de Europa muito limitado pela concorrência de outras entidades culturalmente unificadoras.
URI: http://hdl.handle.net/10451/4010
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
A imagem e a ideia de Europa.pdf185,29 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia