Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4010

Título: A imagem e a ideia de Europa nos manuais escolares do ensino primário em Portugal (1900-1926)
Autor: Pintassilgo, Joaquim
Costa, Rui Afonso
Palavras-chave: Manuais
Ensino primário
Issue Date: 2000
Editora: Franco Angeli
Citação: L' Immagine e l' idea di Europa nei manuali scolastici (1900-1945)
Resumo: O objectivo do presente trabalho é o de proceder a um levantamento das referências à ideia e à imagem da Europa nos manuais escolares portugueses de Instrução Primária no período entre 1900 e 1926; simultaneamente pretendemos reflectir acerca do sentido assumido por essas referências no contexto do Portugal do primeiro quartel do século XX, ou seja, nos últimos e decisivos anos da monarquia constitucional e em todo o breve, embora rico e intenso, momento republicano. O nosso corpus documental é constituído pelos manuais existentes na Biblioteca Nacional de Lisboa para esse período e grau de ensino. A análise incidiu, em particular, sobre 58 manuais, sendo 21 de instrução moral e cívica, 15 de história, 12 livros de leitura e 10 de geografia. Desses manuais, 16 foram aprovados ou utilizados durante a Monarquia e 41 já na República. A divisão entre os dois referidos períodos históricos não marca uma diferença clara, tanto do ponto de vista formal como quanto ao conteúdo, entre os manuais utilizados. Finalmente, importa chamar a atenção para as dificuldades decorrentes do facto de, nos manuais por nós analisados, as referências à ideia de Europa serem escassas, para o que contribui o grau de ensino a que se destinam os manuais. Este facto é, por si mesmo, significativo, levando-nos, no entanto, a reflectir mais a partir da ausência dessa ideia do que da sua presença. A nossa hipótese de trabalho é, então, a seguinte: não há indícios de que se pretenda, no período em análise, socializar numa perspectiva europeia as crianças que frequentam a escola primária, sendo o potencial papel integrador da noção de Europa muito limitado pela concorrência de outras entidades culturalmente unificadoras.
URI: http://hdl.handle.net/10451/4010
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
A imagem e a ideia de Europa.pdf185,29 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE