Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4180

Título: O sofrimento espiritual do doente adulto com leucemia aguda internado
Autor: França, Sofia Alexandra Franco, 1981-
Orientador: Barbosa, António, 1950-
Palavras-chave: Dor
Stress psicológico
Virus linfotrópico de células T humanas tipo 1
Leucemia mielóide aguda
DNA
Quimioterapia
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2010
Resumo: O presente estudo teve como objectivo saber quais os factores que influenciam o sofrimento espiritual no doente adulto (faixa etária dos 30 aos 65 anos) com leucemia aguda internado. A amostra foi de 30 doentes, 14 homens e 16 mulheres e o estudo teve a duração de 6 meses, decorrendo no Serviço de Hematologia do CHLC-EPE (Hospital de Santo António dos Capuchos). O instrumento de colheita de dados aplicado foi um questionário de auto-preenchimento, onde constavam os Dados Sócio-demográficos, o Inventário de Experiências Subjectivas de Sofrimento na Doença (Gameiro, 1997) e duas questões de resposta aberta. Os resultados indicaram que o sofrimento espiritual ainda não é muito bem identificado pelos profissionais de saúde e/ ou transmitidos pelos doentes, o que faz com que medidas adequadas, atendendo ao doente como um ser bio-psico-socio-cultural e espiritual, ainda não estejam a ser adaptadas. Efectivamente, existe uma boa identificação de aspectos referentes ao sofrimento físico, o mesmo não se confere para os outros tipos de sofrimento de natureza “não observável”. Também se inferiu que o sexo masculino sofre mais que o feminino e que a faixa etária acima dos 50 anos é onde se sofre mais espiritualmente. Verificou-se pois, que cabe a todos os profissionais de saúde após uma correcta avaliação do doente atender a todos os aspectos constituintes do ser humano, que nestas fases da vida se encontram mais fragilizados/ afectados. The main goal of this study was to know which factors influenced the spiritual suffering in the hospitalized adult patient (age between 30 and 65) with acute leukemias. The sample was constituted by 30 patients, 14 men and 16 women and the study’s length was 6 months on the Hematology Service of CHLC-EPE (Hospital de Santo António dos Capuchos). A self-fulfilling questionnaire was applied as instrument to collect data were socio-demographic data, Inventory of Subjective Experiences of Suffering in Diseases (Gameiro, 1997) and two open questions where included. The results indicated the spiritual suffering still isn’t very well identified by health professionals, the same problem appears in terms of transmission by patients, which makes adequate measures not being taken considering the patient as a bio-phsyco-socio-cultural and spiritual being. At this point there is a good identification of the aspects related to physical suffering, the same conclusion can’t be taken for other types of suffering that are specified as “non observable”. Another conclusion of this study, indicated that male gender does suffer more than female and age above 50 are targeted as the age group that suffers, in spiritual terms, the most. It was therefore, a task dedicated to health professionals, after a proper evaluation of the patient to attend all aspects of the human being, that at these stages of life are more fragile/ affected.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Dor, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4180
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
620644_Tese.pdfDissertação2,05 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE