Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4236

Title: Compositiones medicamentorum de Escribónio Largo: substâncias vegetais com valor medicinal
Authors: Almeida, Ana Margarida Abreu
Advisor: Espírito Santo, Arnaldo,1942-
Keywords: Escribónio Largo,0001-0099
Língua latina
Medicina grega e romana
Terminologia
Traduções portuguesas
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Abstract: Esta dissertação visa o estudo da obra Compositiones Medicamentorum de Escribónio Largo e do seu contributo para o desenvolvimento da Farmacologia em língua latina. Sendo o primeiro tratado farmacológico em latim, a obra em questão é, por isso, uma fonte importante para o conhecimento da língua latina de carácter técnicocientífico, particularmente no campo das substâncias vegetais medicamentosas. Nos cinco capítulos que constituem a nossa dissertação, propomos sucessivamente: o enquadramento do autor médico Escribónio Largo no contexto da medicina praticada em Roma no século I (Capítulo I); a abordagem das áreas da Farmacologia e Toxicologia antigas, tentando compreender os conceitos e as inovações propostas pelo autor em causa (Capítulo II); o estudo do léxico relativo a substâncias vegetais com valor medicinal, pondo em relevo a inovação da linguagem farmacológica desse tratado (Capítulo III); uma análise comparativa da utilização de determinadas substâncias vegetais proposta por Escribónio e a adoptada na Fitoterapia actual (Capítulo IV); a apresentação de uma proposta de tradução do Prefácio da obra e de cento e cinquenta compositiones para língua portuguesa (Capítulo V). Nos anexos, oferecem-se um quadro de autores médicos e/ ou enciclopedistas gregos e romanos, com vista a uma compreensão globalizante da ciência médica antiga (Anexo 1), e o texto latino, traduzido no Capítulo V (Anexo 2). Em última instância, a obra Compositiones Medicamentorum, como modelo inequívoco de receituários posteriores, é um valioso instrumento de estudo da evolução da ciência médica e farmacológica.
Abstract: This thesis studies the work Compositiones Medicamentorum by Scribonius Largus and its contribution to the development of Pharmacology in Latin. Given that the work in question was the first pharmacological treatise in Latin, it is therefore an important source for the understanding of technical and scientific Latin, namely in the area of medical vegetable substances. The five chapters of this thesis aim at: contextualizing the Roman author and physician, Scribonius Largus, within the practice of Medicine in 1st century Rome (chapter I); considering ancient Pharmacology and Toxicology whilst trying to understand the concepts and innovations proposed by the aforementioned author (chapter II); studying the lexis related to vegetable substances that have medical value, by highlighting innovation in the pharmacological language of the treaty (chapter III); comparing the use of certain vegetable substances by Scribonius Largus and by presentday Phytotherapy (chapter IV); proposing and presenting a translation of the Preface of that work and of one hundred and fifty compositiones into Portuguese (chapter V). For a global understanding of ancient medical science, a table of Greek and Roman medical authors and/ or encyclopedists is attached. The text in Latin, translated in chapter V, is also attached. In the final instance, the work Compositiones Medicamentorum, as an unmistakable model of later sets of recipes, is a valuable instrument for studying the evolution of medical and pharmacological science.
Description: Tese de mestrado, Estudos Clássicos, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4236
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl096211_tm.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE