Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Comunicações >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4343

Título: Variação sazonal da biomassa e da concentratação mineral em alfarrobeira (Ceratonia siliqua l.)
Autor: Cabrita, R.
Martins-Loução, M. A.
Palavras-chave: Alfarrobeira
Concentração mineral
Ceratonia siliqua L.
Biomassa
Variações sazonais
Biologia vegetal
Conferências
Issue Date: 1990
Resumo: Biomass and nutrient allocation patterns of carob (Ceratonia siliqua L.) leaves, flowers and fruits were studied during three growing seasons in two different orchards: dry and low-irrigated one. The distribution and variation of major elements in mineral soil were also followed during a large period of the year. The results show that nutrient allocation and variation are dependent of climate, type and water content in soil. Leaves have large proportions of nitrogen, special in Spring, before the enhancement of vegatative growth. The large allocation of N in flowers is not compared to that one in fruits which diminuish the concentration along fruit ripening. In leaves we can observe a large amount of calcium available in soil. According to the results the observed variations are discussed in terms of possible strategies of nutrient translocation of this mediterranean sclerophyllous plant. A biomassa e a variação sasonal da concentração mineral das folhas, flores e frutos da alfarrobeira (Ceratonia siliqua L.) foram estudadas ao longo de três anos em dois pomares de alfarrobeira: um em sequeiro e outro em sequeiro ajudado. Foi também seguida evolução da matéria orgânica e mineral do solo. Os resultados mostram que a acumulação e variação dos macronutrientes observados ao longo das diferentes estações de crescimento estão dependentes das condições climáticas de cada ano e variam consoante o tipo de solo e a água disponível. As folhas têm grande concentração de azoto, em especial na Primavera, antes do período de máximo crescimento vegetativo. As flores possuem mais azoto do que os frutos diminuindo este teor à medida que se dá o amadurecimento, perda de água e enriquecimento em açúcar, característico das alfarrobas. As concentrações de cálcio ao nível das folhas são muito elevadas e parecem estar dependentes da concentração de cálcio disponível ao nível do solo e do significado na sua fertilidade.
Descrição: Comunicação apresentada no I Congresso Ibérico de Ciências Hortícolas, de 18 a 21 de Junho de 1990 em Lisboa.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/4343
Appears in Collections:FC - Comunicações

Files in This Item:

File Description SizeFormat
cich_1990_405_411.pdf994,58 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia