Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4375

Título: Formação e implicação afectiva : o papel mediador do cumprimento do contrato psicológico : o caso dos trabalhadores temporários
Autor: Dwarkadas, Urvi Vinodrai
Orientador: Chambel, Maria José, 1962-
Palavras-chave: Contrato psicológico
Trabalhadores temporários
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: Esta investigação estudou a relação entre a formação, como promotor da empregabilidade, e a implicação afectiva nos trabalhadores temporários do sector industrial ( = 393), pretendendo averiguar em que medida a percepção de cumprimento do contrato psicológico (CCP) é uma variável explicativa desta relação, ou seja, se o CCP é um mediador desta relação. Os dados obtidos suportam a ideia de que as teorias de troca social e do contrato psicológico são importantes na explicação da implicação afectiva dos trabalhadores. A formação tem uma relação significativa com a implicação afectiva nos trabalhadores temporários. No entanto, esta relação existe apenas através da percepção do CCP pelos trabalhadores. Só quando estes percepcionam que a organização cumpre com as suas obrigações é que a formação tem influência na implicação afectiva dos trabalhadores temporários, verificando-se, assim, que o CCP medeia totalmente a relação entre a formação e a implicação afectiva dos trabalhadores temporários. Palavras-chave: Formação, cumprimento do contrato psicológico, implicação afectiva, trabalhadores temporários, empregabilidade.
This research studied the relationship between training, as a promoter of employability and affective commitment of temporary workers of the industrial sector ( =393). We also analysed the extent to which the perception of psychological contract fulfilment (PCF) is an explanatory variable in this relationship, that is, if the PCF is a mediator of this relationship. The data support the idea that the social exchange and the psychological contract are important in explaining the affective commitment of the workers. Training has a significant relationship with affective commitment of temporary workers. However, this relationship exists only through the perception of PCF of workers. Only when workers perceive that the organization is fulfilling its obligations does training have an influence on affective commitment of temporary workers, having been found that the PCF fully mediates the relationship between training and affective commitment of the temporary workers. Key-words: Training, psychological contract fulfilment, affective commitment, temporary workers, employability.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4375
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039526_tm.pdf346,7 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia