Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4383

Title: Da escola para o exercício : atitudes éticas dos estudantes de enfermagem e dos enfermeiros no cuidar do doente em fase paliativa
Authors: Cotrim, Hortense Maria Tavares Simões, 1961-
Advisor: Barbosa, António, 1950-
Keywords: Bioética
Ética em enfermagem
Estudantes de enfermagem
Cuidados de enfermagem
Cuidados paliativos
Doente terminal
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Abstract: Prestar cuidados aos doentes em fase terminal acarreta ao enfermeiro a mobilização de um conjunto de habilidades e conhecimentos, necessários para uma efectiva ajuda ao doente em fim de vida e seus familiares. No entanto, este necessita ainda de desenvolver e aplicar determinadas atitudes, que, do ponto de vista ético, irão contribuir para uma morte mais humana e, por conseguinte, mais digna. Neste sentido, efectuámos este estudo, através do qual se pretendeu avaliar as competências éticas dos estudantes de enfermagem e dos enfermeiros, que prestam cuidados a doentes em fase paliativa. Tivemos também como objectivo avaliar as atitudes éticas dos estudantes, como forma de verificar se a formação ministrada em sala de aula era adequada. De acordo com estes objectivos, a amostra do estudo foi constituida pelos estudantes de enfermagem, do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem, da Escola Superior de Saúde Egas Moniz, no ano lectivo 2009/2010, num total de 54 estudantes; e pelos enfermeiros dos Hospitais Garcia de Orta, serviço de Medicina I e II e Nossa Senhora do Rosário, serviço de Medicina e Unidade de Cuidados Intensivos, que se disponibilizaram a responder ao questionário, num total de 50 enfermeiros. Como resultados do estudo, salientamos que a média do total das atitudes éticas dos estudantes de enfermagem é positiva e semelhante à média do total das atitudes éticas apresentadas pelos enfermeiros, o que pressupõe que o ensino ministrado é adequado. Verificámos, ainda, que não existem diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos da amostra, para cada uma das sub-escalas, com excepção da sub-escala atitude de evitamento, sendo que os estudantes apresentam valores mais baixos que os enfermeiros e a sub-escala atitude de culpabilização, sendo que nesta os estudantes apresentam valores mais elevados que os enfermeiros. Constatámos também que a idade não influencia as atitudes éticas dos estudantes de enfermagem. Quanto aos enfermeiros verificámos que a idade influencia a atitude de evitamento, sendo que quanto maior a idade maiores valores apresentam, nesta sub-escala. Os enfermeiros apresentam também diferenças entre as classes etárias, nas sub-escalas atitude beneficente e atitude de solicitude, sendo que quanto maior a idade mais atitudes éticas favoráveis apresentam. Quanto à influência do tempo de exercício profissional nas atitudes éticas dos enfermeiros, observámos que quanto maior o tempo de exercício profissional mais atitudes de evitamento os enfermeiros apresentam. Taking care of terminal patients entails the caring nurse with the mobilization of a set of skills and knowledge needed for an effective help to the patient and his relatives. However, the nurse still needs to develop and apply certain attitudes that, from an ethical stand point, will contribute to a more humane death and, therefore, more dignifying. In this sense, we have done this study through which it was intended to evaluate the ethical abilities of nursing students and nurses, who take care of palliative patients. We also had as a goal to evaluate the ethical attitudes of the students, as a way to confirm if the class training method used was adequate. According to these objectives, the study sample was composed of nursing students, 4th year of Bachelor in Nursing, School of Health Sciences Egas Moniz, in 2009/2010, in a total of 54 students, and nurses of Garcia de Orta Hospital, Medical Service I and II and Our Lady of the Rosary Hospital, Medical service and Intensive Care Unit, who agreed to answer the questionnaire, in a total of 50 nurses. As a result of this study, we emphasize that the average of the ethical attitudes of the nursing students is positive and similar to the average of the ethical attitudes shown by the nurses, which implies that the training method applied is adequate. We noted also that there are no statistically significant differences between the two sample groups for each of the subscales, with exception of the avoidance attitude subscale where the students showed lower values than the nurses and the attitude of blame subscale, where the students show higher values than the nurses. We also noted that age does not seem to influence the ethical attitudes of the nursing students. As for the nurses we discovered that age does influence the avoidance attitude, where an older age means higher values for this subscale. Nurses also show differences between age groups, specifically in the subscales charitable attitude and attitude of solicitude, where the older they are the more favorable attitudes they show. As for the influence of time of professional exercise in the nurses' ethical attitudes, we observed that the longer the time of exercise training the higher avoidance attitude nurses show.
Description: Tese de mestrado, Bioética, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4383
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
624862_Capa.pdfCapa61.88 kBAdobe PDFView/Open
624862_Indice_Resumo.pdfÍndice_Resumo186.44 kBAdobe PDFView/Open
624862_Tese.pdfDissertação567.97 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE