Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4398

Title: Saúde e bem-estar no concelho de Castelo Branco : avaliação do binómio prestação de cuidados de saúde e efectividade em saúde
Authors: Almeida, Carlos, 1962-
Advisor: Simões, José Manuel, 1955-
Keywords: Saúde - Castelo Branco (Portugal)
Bem-estar - Castelo Branco(Portugal)
Serviços de saúde - Castelo Branco (Portugal)
Política sanitária - Portugal
Promoção da saúde - Portugal
Teses de doutoramento - 2009
Issue Date: 2009
Abstract: O bem-estar é um conceito que surgiu na Geografia, integrado numa área de estudos iniciada por Hipócrates, quando relacionava as condições geográficas do lugar (ambientais, sociais e culturais) à ocorrência das doenças. Hoje, mais do que nos tempos remotos, a saúde e a doença estão directamente relacionadas com o meio, com as condições sócio-demograficas das populações, com o modo de vida das pessoas e, a oferta dos serviços de saúde que, de acordo com a OMS, deverão promover o bem-estar, prevenindo as doenças, curando-as e reabilitando a saúde. Assim, os conceitos humanistas da Geografia reconhecem o papel das transformações que o homem provoca no meio (no sentido de atribuição de valores às coisas que o cerca), a visão antropocêntrica do saber e a posição epistemológica holística. Os serviços de saúde procuram optimizar o bem-estar promovendo a equidade. São definidos, através dos seus atributos, sendo os cuidados de saúde primários o primeiro nível de assistência, caracterizando-se pela prestação de cuidados de saúde contínuos e integrais, coordenados, centrados nos agregados familiares, na orientação comunitária e na aptidão cultural. O mundo contemporâneo vive a dialética da diversificação e da unificação, sendo a cultura o elemento capaz de criar novas identidades ou mesmo de mantê-las “vivas” e o próprio domínio da natureza, para a satisfação do bem-estar humano. Portugal, desde os anos 70 do século XX, tem um Serviço Nacional de Saúde (SNS), passando a ser essencial a análise da extensão dos seus atributos e a sua relação com a equidade efectiva da oferta em cuidados de saúde. Através desta investigação validámos um instrumento que avalia a extensão dos atributos dos serviços de saúde a nível local. Comparámos, a extensão desses atributos, entre o Centro de Saúde de Castelo Branco, o Hospital Amato Lusitano e Médicos e Serviços de Saúde privados, nas freguesias rurais, semi-urbanas e urbana do concelho de Castelo Branco, e estudámos a relação entre esses atributos e a satisfação dos utentes dos três tipos de serviços de saúde com o atendimento no Centro de Saúde, - porta de entrada no Serviço Nacional de Saúde - a saúde percebida pelos indivíduos e a oferta de actividades de prevenção da doença, promovendo o bem-estar da população. Realizámos um estudo transversal, através de entrevistas estruturadas, a 504 indivíduos, obtidas a partir de amostra aleatória sistemática. As entrevistas foram realizadas no segundo semestre de 2007. Os entrevistadores foram alunos do Curso Superior de Enfermagem da Escola de Saúde Dr. Lopes Dias, devidamente treinados. Na comparação da oferta de actividades de promoção da saúde e prevenção da doença entre o Centro de Saúde de Castelo Branco, o Hospital Amato Lusitano e Médicos e Serviços de Saúde privados, apenas o esquema de imunização apresentou diferença estatística significativa. Os utentes do Centro de Saúde têm mais probabilidade de apresentar o esquema de vacinação completo (82,2%, 70,5% e 71,6%, respectivamente). A comparação da satisfação com o atendimento no Centro de Saúde, entre os utentes dos três tipos de serviços de saúde, mostrou que os utentes dos Médicos e Serviços de Saúde privados estão mais satisfeitos em todos os aspectos avaliados, excepto com a cordialidade dos administrativos que é semelhante à satisfação dos utentes do Centro de Saúde (p=0,138), mas superior à satisfação dos utentes do Hospital Amato Lusitano (p=0,012). Os utentes do Centro de Saúde manifestaram-se menos satisfeitos que os utentes dos Médicos e Serviços de Saúde privados com a cordialidade dos médicos e dos enfermeiros (p=0,007), a atenção dada aos problemas pelos médicos e pelos enfermeiros (p=0,001) e a confiança nos médicos e nos enfermeiros (p=0,001). Quando analisámos a relação da satisfação com o atendimento do Centro de saúde com o tipo de freguesia, os indivíduos que vivem nas freguesias rurais mostraram-se menos satisfeitos com o exame médico realizado (p=0,039), e as explicações sobre o prognóstico da doença (p=0,003). Comparando-se os valores dos atributos dos serviços de saúde, observou-se uma extensão significativamente alta, da Continuidade (relação interpessoal), Integralidade (serviços básicos – esclarecimentos sobre alimentação, vacinação e planeamento familiar), Orientação Familiar e Competência Cultural, assim como o Valor Essencial dos serviços de saúde (p <0,05, para todos). A elaboração de um instrumento de medida validado possibilitará estratégias de avaliação e comparação da prestação de cuidados de saúde pelos serviços de saúde (públicos e privados). Para além disso, os seus valores associam-se à equidade efectiva do processo sobre as actividades de promoção da saúde e prevenção da doença, melhor bem-estar e satisfação. A oferta em cuidados de promoção da saúde e prevenção da doença foi muito semelhante entre os três tipos de serviços de saúde, apesar dos utentes do Centro de Saúde apresentarem melhor taxa de imunização. No entanto, nos três tipos de serviços de saúde algumas destas acções deveriam apresentar maior cobertura. A satisfação da população do concelho de Castelo Branco com o atendimento no Centro de Saúde foi bastante semelhante, com uma pequena superioridade nos utentes dos Médicos e Serviços de Saúde privados. A orientação para valores altos de prestação de cuidados de saúde foi semelhante nos três serviços de saúde, com todos a terem muito que fazer na procura da excelência da prestação do cuidado de saúde. Assim, os resultados deste estudo implicam alterações nas políticas de saúde no concelho de Castelo Branco: implicar os profissionais de saúde na melhoria do bem-estar das populações, tornar mais atraentes as suas actividades e aproximar o Instituto Politécnico de Castelo Branco dos serviços de saúde, sobretudo os do SNS, a fim de qualificar o processo de prestação de cuidados e estimular a formação contínua. Os resultados sobre a equidade efectiva da prestação de cuidados de saúde indicam que as populações rurais, com características sócio-demograficas especificas, necessitam de serviços de saúde com maior oferta de cuidados de saúde, com melhor acesso, invertendo a tendência de oferecer maior extensão às populações mais jovens. A prestação de cuidados de qualidade é uma estratégia efectiva da procura de maior promoção de bem-estar, prevenção de doenças, melhor estado de saúde e maior satisfação das populações. Well-being is a concept that appeared in geography, integrated in an area of studies initiated by Hippocrates, when he related the geographical conditions of places (environmental, social and cultural) to the occurrence of diseases. Today, more than in remote times, the health of the populations, with the way of life of people and, the offering of health services which in accordance with the WHO, should promote well-being, preventing diseases, curing and rehabilitating them to health. In this way, the humanistic concepts of geography recognize the role of the transformations that mankind provokes on the environment (in the sense of attributing value to the things that surround him), the anthropocentric vision of knowledge and the holistic epistemological position. The healthcare services try to optimize well-being by promoting equity. They are defined, by their attributes, being the primary healthcare system the first level of assistance, characterized by the delivery of continuous and integrated, coordinated, healthcare focused on households, on community guidance and on cultural ability. The contemporary world lives the dialectics of diversification and unification, being culture the element capable of creating new identities or even keeping them “alive” and the own domain of nature, for the satisfaction of human well-being. Since years 70 of century XX, Portugal has a National Healthcare System (SNS), this way it was essential the analysis of the extension of its attributes and its relation with effective equity in provision of health care. For that, through this research we validated an instrument that assesses the extension of attributes of the healthcare services at a local level. We compared the extension of these attributes, between the Healthcare Centre of Castelo Branco, the Hospital Amato Lusitano and Physicians and private Healthcare Services, in the rural parish, semi-urban and urban area of the county of Castelo Branco, and the relation between those attributes and the satisfaction of the patients of the three types of healthcare services with the attendance in the Healthcare Centre, - entrance door to the National Healthcare System – the health understood by the individuals and the offering of activities to prevent disease, by promoting well-being of the population. We carried out a transversal study, through structured interviews, to 504 individuals using systematic random sampling. The interviews where carried out during the second semester of 2007. The interviewers, where properly trained students from the Course of Nursing, of the Health School Dr. Lopes Dias. When comparing the provision of activities of health promotion and prevention of disease between the Healthcare Centre of Castelo Branco, the Hospital Amato Lusitano and Physicians and private Health Services, only the immunization schedule presented a significant statistical difference. Users of the Healthcare Centre have a higher probability to present a complete vaccination schedule (82,2%, 70,5% e 71,6%, respectively). The comparison of satisfaction with the attendance at the Healthcare Centre, among the patients of the three types of healthcare services, showed that the Physician and private Healthcare Services patients are more satisfied in all of the assessed aspects, except with the warmth of the administrative employees which is similar to the satisfaction of the users of the Healthcare Centre (p=0,138), but higher than the satisfaction of the users of the Hospital Amato Lusitano (p=0,012). The users of the Healthcare Centre showed that they where less satisfied than the users of Physicians and private Healthcare Services with the warmth of physicians and nurses (p=0,007), the attention given to their problems by physicians and nurses (p=0,001) and the trust in physicians and nurses (p=0,001). When we analyse the relation of satisfaction with the assistance of the Healthcare Centre with the type of parish, the individuals that live in the rural parish are less satisfied with the conducted medical examination (p=0,039), and the explanations on the prognosis of the disease (p=0,003). Comparing the value of the attributes of the healthcare services, there was a significantly high extension, of Continuity (interpersonal relation), Completeness (basic services - information on nutrition, immunization and family planning), Family Guiding and Cultural Competence, as well as the Essential Value of health services (p<0,05), for all. The elaboration of a validated measuring instrument enables the assessment and comparison of healthcare delivery by healthcare services (public and private). In addition, their values associated with effective equity of the process on the activities of health promotion and disease prevention, better well-being and satisfaction. The provision of health promotion care and disease prevention were very similar between the three types of health services, despite the users of the Healthcare Centre have higher rates of immunization. However, in the three types of healthcare services some of these actions should make greater coverage. The satisfaction of the population of the county of Castelo Branco with attendance at the Healthcare Centre was fairly similar, with a small superiority in the users of Physicians and private Healthcare Services. The targeting of high values of health care delivery was similar among the three healthcare services, with all having much to do in the quest for excellence in the provision of health care. Thus, the results of this study imply changes in health policies in the county of Castelo Branco: involving the healthcare professionals in improving the well-being of the people, making their activities more attractive and bringing the Polytechnic Institute of Castelo Branco closer to the healthcare services, especially those of the SNS, in order to qualify the provision of the healthcare process and stimulate continuous learning. The results on effective equity of healthcare provision indicates that the rural population, with specific socio-demographic characteristics, need healthcare services with a greater choice in healthcare, with better access, inverting the tendency to offer greater extension to the younger population. The provision of quality healthcare is an effective strategy in the demand for greater promotion of well-being, preventing diseases, better health status and greater satisfaction of the people.
Description: Tese de doutoramento, Geografia (Geografia Humana), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/4398
Appears in Collections:FL - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd056655_td_Carlos_Almeida.pdf2.94 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE