Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4627

Título: Mecanismos celulares da inflamação: avaliação da actividade anti-inflamatório de flavonóides
Autor: Pereira, Vânia Sofia Ribeiro
Orientador: Mira, Maria de Lurdes, 1949-
Palavras-chave: Inflamação
Neutrófilos
Células THP-1
Flavonóides
HOCI
NF-kB
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: O ácido hipocloroso (HOCl) faz parte do conjunto de espécies reactivas de oxigénio e de azoto produzidas pelas células fagocíticas, durante o processo de fagocitose, levado a cabo para matar microorganismos invasores, exercendo uma acção fundamental na defesa do organismo. No entanto, estas espécies reactivas também participam como moléculas sinalizadoras, pois modulam factores de transcrição, como o NF-κB. Este factor de transcrição regula a transcrição de imensos genes, nomeadamente os que estão envolvidos na inflamação e imunidade, anti-apoptose e proliferação celular. Contudo, apesar das espécies reactivas e o NF-κB terem um papel fundamental no bom funcionamento do sistema imunitário, uma regulação inapropriada de ambos tem sido implicada em diversas doenças inflamatórias podendo levar mesmo ao desenvolvimento de cancro. O objectivo deste trabalho foi estudar as propriedades anti-inflamatórias do flavonóide quercetina e do seu metabolito isorramnetina, avaliando a sua capacidade para reagirem com o HOCl e os seus efeitos na activação celular do factor de transcrição NF-κB. Avaliou-se a sua capacidade para reagirem com o HOCl, produzido por neutrófilos humanos activados ex-vivo, através da oxidação da sonda 3-aminofenilfluoresceína (APF) por espectrofluorimetria e citometria de fluxo. Avaliou-se, também, a sua acção na activação do NF-κB (análise por Western Blot) numa linha celular de monócitos humanos (células monocíticas THP-1) estimulada por LPS. Tendo em conta o comportamento da quercetina e do seu metabolito isorramnetina, em relação à captação de HOCl, produzido por neutrófilos activados, a análise das suas estruturas sugere a importância do grupo metilo da isorramnetina na captação de HOCl no interior das células. Os resultados da análise por Western Blot do factor de transcrição NF-κB, nas células THP-1 estimuladas por LPS, permitiram concluir que as células apresentavam uma maior activação, isto é, uma maior translocação da proteína p65 para o núcleo, após 1h de incubação com LPS. Na presença dos dois flavonóides estudados a activação das células diminuiu, apresentando uma redução na translocação do p65 NF-κB para o núcleo, e evidenciando, deste modo, o potencial papel daqueles flavonóides como anti-inflamatórios.
Hypochlorous acid (HOCl) is part of the set of reactive oxygen and nitrogen produced by phagocytic cells during the phagocytosis process, carried out to kill invading microorganisms, exerting a role in defending the body. However, these reactive species also participate as signaling molecules, because they modulate transcription factors such as NF-κB. This transcription factor regulates the transcription of lots of genes, particularly those involved in inflammation and immunity, anti-apoptosis and cell proliferation. Although, despite the reactive species and NF-κB have a essential role in the proper functioning of the immune system, an inappropriate regulation of both has been implicated in several inflammatory diseases and may even lead to the development of cancer. The aim of this work was to study the anti-inflammatory properties of the flavonoid quercetin and its metabolite isorhamnetin, assessing their ability to react with HOCl and its effects on cellular activation of the transcription factor NF-κB. We evaluated its ability to react with HOCl, produced by human neutrophils activated ex vivo, through oxidation of the 3-aminophenilfluorescein (APF) probe by spectrofluorimetry and flow cytometry. Was also evaluated its action on the activation of NF-κB (by Western Blot analysis) in a cell line of human monocytes (monocytic cells THP-1) stimulated by LPS. Taking into account the behavior of quercetin and its metabolite isorhamnetin in relation to the capture of HOCl, the analysis of their structures suggests the importance of the methyl group of isorhamnetin in the uptake of HOCl within cells. The results of Western blot analysis of transcription factor NF-κB in THP-1 cells stimulated by LPS, showed that the cells were more activated after 1 h of incubation with LPS. In the presence of the two flavonoids studied cell activation decreased, presenting a reduction of p65 NF-κB nuclear translocation, and thus demonstrating their potential roles as anti-inflammatory drugs.
Descrição: Tese de mestrado, Bioquímica (Bioquímica Médica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/4627
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc096065_tm_Vania_Pereira.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia