Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4637

Título: Ossículos de equinodermes do Miocénico da Península de Setúbal
Autor: Pereira, Bruno Miguel Claro
Orientador: Cachão, Mário A. P., 1961-
Pereira, Pedro José Silva, 1970-
Palavras-chave: Geologia
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2010
Resumo: Este trabalho aborda o tema dos ossículos de equinodermes do Miocénico da Bacia Neogénica do Tejo-Sado, a partir de amostras provenientes da arriba costeira da Península de Setúbal, nomeadamente Foz do Rego, Fonte da Telha, Olhos d’Água e Lagoa de Albufeira. Complementarmente, foram observadas associações de Nanofósseis calcários dos níveis amostrados para maior precisão biostratigráfica. Foram recolhidas 11 amostras que foram crivadas por via húmida e posteriormente tríadas. Da fracção fina daquelas amostras foram feitas lâminas delgadas para o estudo das associações de Nanofósseis calcários, e para a amostra LAAM4 também para o estudo da possível existência de ossículos de holoturóides de dimensão nanométrica. Em todas as amostras estudadas, a Helicospahera stalis e H. walbersdorfensis estão presentes indicando uma idade Tortoniano Inferior. Apenas as amostras provenientes da Lagoa de Albufeira possuíram conteúdo relevante em Equinodermes. Vários ossículos dos representantes fósseis deste Filo foram encontrados naquela localidade, nomeadamente de equinóides, asteróides, ofiuróides, crinóides e holoturóides. Vários fragmentos de carapaças de Equinodermes irregulares espatangóides foram encontrados, juntamente com dois tipos dos seus espinhos. O seu elevado estado de fragmentação não possibilitou uma identificação específica. Fragmentos de equinóides regulares foram também descobertos. Alguns desses fragmentos foram identificados como pertencendo aos géneros Psammechinus e Genocidaris. Os ossículos de equinodermes asteróides dos géneros Luidia e Astropecten encontram-se presentes, nomeadamente ossículos marginais e ambulacrais. Espinhos e outros ossículos de asteróides não identificados foram também encontrados, não tendo sido possível uma classificação sistemática. O género Ophiura encontra-se representado no sedimento estudado, por diversos dos seus ossículos. Foi também possível fazer a distinção de outros ossículos de ofiuróides, não tendo sido possível saber qual a sua espécie. A análise dos cálices de crinóides descobertos possibilitou afirmar que pertencem ao género Palaoantedon. Outros ossículos de crinóides estão também presentes, nomeadamente ossículos dos cirrais e braquiais, englobado-os dentro daquele género.
The present study approaches the Miocene equinoderm fossil content from the Neogenic Tejo-Sado’s Basin (Portugal). The samples were collected on the coastal cliffs of the Setúbal Peninsula, where four localities were sampled: Foz do Rego, Fonte da Telha, Olhos d’Água and Lagoa de Albufeira. The Calcareous nannofossil content of those samples was also screened for biostratigrafic constrain. Eleven samples were collected and wet sieved. The sediment was screened for obtaining the echinoderm ossicles. Sediment fractions below 500μm were kept and prepared for Calcareous nannofossil observations. Sample LAAM4 was also prepared for screening for the presence of holothurian ossicles. Calcareous nannofossil assemblages hold Helicospahera stalis e H. walbersdorfensis, which allowed constraining the age of those layers to Lower Tortonian. Only samples from Lagoa de Albufeira had a relevant equinoderm fossil content. Several remains from these animals were found from that locality from echinoids, crinoids, asteroids, ophiuroids to holothuroids. Both regular and irregular echinoids were registered on samples from that locality. Several fragments from spatangoid tests were found and two different types of their spines. Due to the elevated state of fragmentation, it was not possible an identification to the species level. Several tests fragments from regular echinoids like Psammechinos and Genocidaris genus were possible to be identified. Asteroid marginal ossicles were from both Luidia and Astropecten genus were also registered. Nevertheless, spines and other asteroid ossicles could not be identified to the genus level. Ophiuroid’s ossicles were recognized in Lagoa de Albufeira Miocene layers, some of which belong to the Ophiura genus. Others ossicles from this group remain unidentified. Crinoids are also represented by Palaoantedon sp. calixs, brachials and cirri ossicles.
Descrição: Tese de mestrado, Geologia (Estratigrafia, Sedimentologia e Paleontologia), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010
URI: http://hdl.handle.net/10451/4637
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc096062_tm_Bruno_Pereira.pdf10,47 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia