Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4658

Título: Listening to elaboration in psychotherapy : the understanding of assimilation using narrative indices
Autor: Neto, David Manuel Dias, 1979-
Orientador: Baptista, Telmo Ventura Mourinho, 1959-
Dent-Brown, Kim
Palavras-chave: Psicoterapia
Relação terapêutica
Teses de doutoramento - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: How do clients elaborate throughout therapy? This was the question that broadly framed this research and situated it in the field of psychotherapy process research. The process chosen was assimilation which was conceived as a global process of change focused on the client. To study this process, this research used narrative indices which are elements of the narrative that are considered to represent particular processes. The use of indices depends on the understanding of language not as a rigid signal system to denote psychological concepts; but as an interactional process of communication in which narrative processes are represented. This research was divided into two studies. The first study sough to develop the system of indices based on a qualitative analysis and then adjust it to meet the reliability standards with respect to consistency and interrater reliability. To this end, 30 single sessions of adult clients with depression were recorded and analysed. After the system of indices had been developed it was analysed and contrasted with an existing coding system. Study I resulted in a system of indices grouped into five dimensions – external distress, pain, noticing, decentring and action – which showed acceptable interrater reliability, internal consistency and convergent validity. The second study was a longitudinal application of the system of indices. The goal was to contrast the cases with regard to their success status as defined by the pre-post variation of the depression level. Nine psychotherapies were recorded and analysed. Of these nine cases, only three showed a non-straightforward relation between the success status and the dimensions. The in-depth analysis of these three cases showed the usefulness of using the system of indices to understand the complexity of the psychotherapy and the non-linear relationship between psychotherapy and symptom change. The results suggest the importance of the indices in understanding assimilation and are discussed with emphasis on the practical implications that can be derived.
Esta investigação insere-se no domínio da investigação de processo em psicoterapia. Tem como objectivo global a compreensão de como as pessoas elaboram significados ao longo da psicoterapia. Para responder a esta questão, optou-se por analisar um processo em particular: a assimilação. Vários modelos de mudança em psicoterapia são descritos na revisão de literatura com a finalidade de compreender este processo. A assimilação foi aqui considerada como uma variável focada no cliente que abrange o processo de mudança ao longo da terapia. Para estudar este processo, optou-se por recorrer a um método que se designou por índices narrativos. Índices narrativos são elementos que representam processos particulares nas narrativas dos clientes. O uso de índices implica pensar na linguagem não como um meio para rigidamente veicular conceitos psicológicos, mas sim um processo comunicacional complexo onde o significado dos termos depende de significados mutuamente partilhados, dependentes de aspectos formais e apenas entendível no contexto do uso e da interacção. Na revisão da literatura são revistas as perspectivas sobre a linguagem que fundamentam o uso dos índices. Para a construção do sistema de índices que serviu de base à investigação, recorreu-se a uma metodologia dual de investigação assente em duas heurísticas de investigação, tal como descrito na revisão da literatura. Esta natureza dual concretizou-se em dois estudos: um com o objectivo de desenvolver o sistema de índices e o outro que constituiu uma aplicação desse mesmo sistema a psicoterapias completas. O primeiro estudo é uma análise transversal de sessões de psicoterapia, tendo como período temporal da primeira à 15ª sessão. Para esse efeito foram convidados a participar 30 clientes com depressão e 11 terapeutas. Os clientes eram adultos, com níveis de depressão diversos e frequentavam um hospital psiquiátrico em regime de ambulatório. Os terapeutas eram de orientações teóricas diversas pois assume-se que a assimilação irá ocorrer independentemente da orientação teórica nos casos de sucesso. Para cada cliente foi gravada uma sessão e o cliente preencheu o Inventário de Depressão de Beck (BDI). O primeiro estudo é melhor compreendido se for descrito em três fases. Na primeira fase 14 das 30 sessões foram analisadas pelo autor com o objectivo de identificar os índices. Desta fase resultaram os índices e a organização em dimensões viii que iria ser sujeita a aferição. Para esse efeito foi criado um sistema de codificação que procurou integrar os dilemas e considerações da análise qualitativa. Na segunda fase, duas cotadoras independentes e cegas codificaram as 30 sessões. Essas codificações serviram para testar e aferir o sistema. Da aferição emergiram cinco categorias ou dimensões de índices. As dimensões encontradas foram: sofrimento externo, dor, atentar, descentração e acção. O sistema de índices ainda contempla uma codificação das intervenções do terapeuta e da resposta imediata que o cliente dá a uma proposta de significado ou acção. As dimensões dos índices mostraram bons resultados no que respeita à fiabilidade inter-cotadores. Na terceira fase, com base na média das duas cotadoras, as dimensões foram analisadas e, com a finalidade de avaliar a validade convergente, foram contrastadas com um sistema de codificação da assimilação existente. As dimensões mostraram uma distribuição conforme com o carácter emergente dos índices; a relação entre as dimensões foi globalmente consonante com o esperado; e a convergência com sistema de codificação existente foi considerada suficiente para a sua validação e para a sua utilidade enquanto sistema distinto de análise. Do primeiro estudo resultou um sistema de índices que foi considerado passível de aplicação. O segundo estudo foi uma aplicação do sistema de índices a nove psicoterapias completas ou até à 15ª sessão. Os participantes pertenciam à mesma população do primeiro estudo e os quatro terapeutas que aceitaram participar haviam integrado o primeiro estudo. Este estudo divide-se em duas análises complementares. Numa primeira fase o sistema de índices foi aplicado a todas as sessões dos nove casos; numa segunda fase foram escolhidos três casos sobre os quais incidiu uma análise mais detalhada. Estes casos foram escolhidos no sentido de maximizar o impacto deste estudo enquanto validação do sistema de índices. A codificação das sessões e a análise dos casos foi feita pelo autor. No sentido de triangular fontes para observar a convergência, foi realizada uma avaliação mais exaustiva dos participantes, contemplando a severidade da depressão, sintomatologia geral e bem-estar; e foi realizada uma entrevista ao terapeuta feita por outro investigador. Procurou-se ainda que estas diferentes perspectivas não se influenciassem mutuamente, pelo que um conjunto de procedimentos foi realizado de modo a que os intervenientes desconhecessem as perspectivas dos restantes participantes. ix Da aplicação ao conjunto global dos casos resultaram uma classificação dos casos relativamente à linearidade da relação entre os índices e o estatuto de sucesso ou insucesso do caso – definido pelo resultado da avaliação pré-pós do BDI. Dos nove casos, seis foram considerados lineares e três foram classificados como não lineares. Os três casos não lineares foram analisados exaustivamente para aferir o seu carácter de invalidação do sistema de índices. O primeiro foi perspectivado pelos índices, pelo terapeuta e pela conceptualização de caso, como sendo um caso de não mudança ou mudança em termos de insight, apesar da redução significativa dos valores do BDI. O segundo caso foi perspectivado pelos índices, pelo terapeuta e pela conceptualização como um caso de progresso ainda que em curso e de carácter misto. Tal permite enquadrar a não redução significativa do BDI até à 15ª sessão. O último caso apresentou alguma discordância. O sistema de índices e a conceptualização descrevem uma mudança parcelar, num registo de ajustamento, e uma transformação narrativa que mantém os seus mesmos pressupostos. Por outro lado, o terapeuta perspectiva uma mudança ainda que não “perfeita” mas concordante com a redução significativa do BDI. As conclusões do estudo apontam para a utilidade dos índices narrativos na compreensão da assimilação e mudança em psicoterapia. A assimilação é vista como um processo complexo; caracterizada pela progressão relativa dos sub-processos envolvidos; com uma ligação não linear com a evolução da sintomatologia e dependente da interacção cliente-terapeuta. Os índices são vistos como úteis portas de entrada para compreender a psicoterapia quer em termos da investigação quer na prática clínica. Relativamente a esta última, são propostos alguns indicadores particulares com valor de avaliação ou de orientação da intervenção. Na secção de discussão e na conclusão final são abordadas as limitações desta investigação. Estas limitações são enquadradas numa investigação em contexto “real” e com clientes “reais” e numa opção por metodologias mistas de investigação. Apesar das limitações, os resultados apontam para a validação global do sistema de índices e o seu interesse enquanto instrumento clínico e ponto de partida para futuras investigações.
Descrição: Tese de doutoramento, Psicologia (Psicologia Clínica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4658
Appears in Collections:FP - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd061568_td_David_Neto.pdf4,35 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE