Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4694

Título: Treatment of obstructive sleep apneas with mandibular advancement device : a preliminary study about the impact on vigilance and sleep structure
Autor: Cruz, Miguel Gonçalves Meira e, 1977-
Orientador: Paiva, Teresa, 1945-
Palavras-chave: Sono
Apnéia do sono tipo obstrutiva
Avanço mandibular
Transtornos do sono
Medicina do sono
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2010
Resumo: Treatment of Obstructive Sleep Apneas With a Mandibular Advancement Device: A Preliminary Study about the Impact on Vigilance and Sleep Structure Miguel Meira e Cruz, Teresa Paiva Center of Electroecephalography and Clinical Neurophysiology Key-words: Obstructive sleep apnea, excessive somnolence, mandibular advancement devices Introduction: Obstructive sleep apnea-hypopnea syndrome (OSAHS) is a high prevalent and complex sleep disorder with serious consequences to individual and public health mainly because of its association with cardiovascular morbidity and mortality, sleep fragmentation and consequent excessive somnolence. The current American Academy of Sleep Medicine practice parameters recommends oral devices as a plausible option on the treatment of OSAHS. However, there is only a limited data about the efficacy of OSAHS treatment with prefabricated mandibular advancement devices (MAD) regarding to vigilance and sleep structure. Goals: The aim of this clinical prospective study was to evaluate the efficacy of a prefabricated mandibular advancement device in the treatment of OSAHS and to assess their impact on vigilance and sleep structure. Methodology: Nine patients (6 males and 3 females) with OSAHS (AHI > 5) recruited from a dental sleep consultation of a sleep clinic were referred to an attended full night polysomnographic study before and after treatment with MAD. Regarding to the therapeutic effect on OSAHS, an AHI < 5 events per hour of sleep after MAD treatment was considered to be a complete therapeutic response or therapeutic success whether an AHI < 50% from the baseline without achieving less than 5 events per hour was considered a partial response. Sleep structure and subjective sleepiness were assessed in order to evaluate the treatment efficacy. Wilcoxon matched pair test was used to test differences between baseline and follow-up. A p-value of less than 0.05 was considered significant. Results: Snoring was abolished or became inaudible in all patients as witnessed by their bed partners. There was an improvement on respiratory parameters from the baseline to the therapeutic PSG with 66.7% of patients achieving therapeutic success whereas 11.1% achieved only partial therapeutic response. Slow-wave sleep increased from 14% at the baseline to 21% after therapy with MAD and arousal index was lower after therapy (6/hr) than at baseline (16/hr) even though it was slightly above normal levels. All sleepiness scales scores and sleep complaints as well as sleep quality improved significantly after therapy compared with baseline (p<0.05). Conclusions: In this short-term study a titratable prefabricated MAD improved PSG respiratory parameters, sleep structure snoring and sleepiness in mild to moderate OSAHS patients thus supporting the use of this kind of option in OSAHS therapeutics. Future studies should focus on the comparison between a titratable prefabricated MAD with a placebo device as well as with a custom made MAD and also evaluate the long-term outcome. Tratamento da Apneia Obstrutiva do Sono com um dispositivo de avanço mandibular: Estudo preliminar sobre o impacto na vigília e na estrutura do sono Miguel Meira e Cruz, Teresa Paiva Centro de Electroencefalografia e Neurofisiologia Clínica Palavras-chave: Apneia obstrutiva do sono, sonolência excessiva, dispositivos de avanço mandibular Introdução: A síndrome de apneia-hipopneia obstrutiva do sono (OSAHS) é uma doença do sono com elevada prevalência e complexidade que afecta de forma importante a saúde individual e a saúde pública, principalmente pela sua associação com a morbilidade e mortalidade cardiovasculares, fragmentação do sono e consequente sonolência excessiva durante o dia. As recomendações actuais da American Academy of Sleep Medicine incluem os dispositivos orais enquanto opção viável para o tratamento da SAHOS. Contudo, são limitados os dados sobre a eficácia do tratamento da SAHOS com dispositivos de avanço mandibular pré-fabricados (DAM) no que respeita à vigília e no que respeita à estrutura do sono. Objectivos: O objectivo deste estudo clínico e prospectivo foi avaliar a eficácia de um dispositivo termoplástico de avanço mandibular no tratamento da SAHOS, bem como o impacto deste na vigília e na estrutura do sono. Metodologia: Nove pacientes (6 homens e 3 mulheres) com SAHOS (IAH > 5) recrutados de uma consulta de medicina dentária numa clínica de sono foram referenciados para um estudo polisonográfico antes e após tratamento com DAM. O sucesso terapêutico foi assumido com um IAH < 5 eventos por hora de sono após tratamento com DAM enquanto uma resposta parcial foi definida por IAH < 50% da linha de base sem que tenha sido atingido um valor menor que 5 eventos por hora. Foram analisados a estrutura do sono e a sonolência de forma a avaliar a eficácia terapêutica. O teste de Wilcoxon foi usado para testar a diferença entre as condições basal e terapêutica. Um valor de p menor que 0.05 foi considerado como significativo. Resultados: O ressonar testemunhado pelos parceiros de cama foi abolido ou tornou-se inaudível em todos os pacientes. Existiu uma melhoria nos parâmetros respiratórios na PSG terapêutica comparada com a PSG basal, tendo 66.7% dos doentes atingido sucesso terapêutico enquanto 11.1% atingiram apenas resposta terapêutica. O sono de ondas lentas aumentou de 14% na condição basal para 21% após terapia com DAM e o índice de despertares foi mais baixo após tratamento (6/h) do que na condição basal (16/h) embora tenha persistido ligeiramente superior ao normal. Todas as somas relativas a escalas de sonolência resultaram numa melhoria significativa após terapêutica com DAM. Todas as melhorias foram estatisticamente significativas (p<0.05). Conclusões: Neste estudo a curto prazo, os dispositivos pré-fabricados tituláveis melhoraram, de forma significativa, os parâmetros respiratórios polissonográficos, a estrutura do sono, a roncopatia e a sonolência nos doentes com SAOS ligeira e moderada apoiando a recomendação deste tipo de dispositivos para a terapêutica da SAHOS. Estudos futuros devem focar-se na comparação de dispositivos intra-orais pré-fabricados tituláveis com placebo e com dispositivos personalizados, e na avaliação dos efeitos destes dispositivos a longo prazo.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências do Sono, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4694
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
630698_Tese.pdfDissertação792,7 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE