Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4710

Título: Cidadania em função da dotação (Sobredotação versus infradotação), ao longo da adolescência
Autor: Veiga, Feliciano
Garcia, Fernando
Caldeira, Maria José
Palavras-chave: Cidadania dos professores
Desempenho docente
Rendimento escolar
Adolescência
Issue Date: 2005
Citação: Veiga, F. H., García, F., & Caldeira, M. J. (2005). Cidadania em função da dotação (Sobredotação versus infradotação), ao longo da adolescência. Sobredotação, Vol. 6, pp. 293-310.
Resumo: Este estudo teve como objectivo a análise da relação entre as representações dos alunos acerca da cidadania dos professores e os seguintes indicadores de dotação: rendimento escolar (excelente versus baixo), criatividade (“os teus professores consideramte um aluno criativo”; “consideras-te criativo”), facilidade de aprendizagem (“os teus professores acham que tens facilidade de aprendizagem”) e gosto pelo trabalho difícil (“os teus professores acham que sentes atracção pelo trabalho difícil”). A amostra foi constituída por 246 sujeitos de diferentes anos de escolaridade (7º, 9º e 11º anos), de escolas da Grande Lisboa, englobando sujeitos dos dois sexos. Como instrumento de avaliação, foi utilizada a “Escala de representações dos alunos acerca da cidadania dos professores”, ERA-CIP, que, para além de incluir as dimensões de um questionário de Rego e outros (1999, 2004), — participação, orientação prática, conscienciosidade e cortesia — contém novas dimensões, especificamente a interpessoalidade e a normatividade (gestão das normas), apresenta uma variância total explicada de 58.64% e qualidades psicométricas manifestas (Veiga et al., no prelo). A análise dos resultados permitiu observar, na generalidade das situações, diferenças significativas nas dimensões da cidadania docente inferida pelos alunos, em função da dotação. Observou-se, ainda, o efeito da interacção da variável ano de escolaridade com indicadores da dotação. O estudo termina com a discussão dos resultados e sua comparação com outras investigações, remetendo para a necessidade de novas pesquisas, em função de variáveis pessoais e familiares.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/4710
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cidadania em função da dotação (sobredotação versus infradotação)ao longo da adolescência.pdf108,43 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia