Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4710

Título: Cidadania em função da dotação (Sobredotação versus infradotação), ao longo da adolescência
Autor: Veiga, Feliciano
Garcia, Fernando
Caldeira, Maria José
Palavras-chave: Cidadania dos professores
Desempenho docente
Rendimento escolar
Adolescência
Issue Date: 2005
Citação: Veiga, F. H., García, F., & Caldeira, M. J. (2005). Cidadania em função da dotação (Sobredotação versus infradotação), ao longo da adolescência. Sobredotação, Vol. 6, pp. 293-310.
Resumo: Este estudo teve como objectivo a análise da relação entre as representações dos alunos acerca da cidadania dos professores e os seguintes indicadores de dotação: rendimento escolar (excelente versus baixo), criatividade (“os teus professores consideramte um aluno criativo”; “consideras-te criativo”), facilidade de aprendizagem (“os teus professores acham que tens facilidade de aprendizagem”) e gosto pelo trabalho difícil (“os teus professores acham que sentes atracção pelo trabalho difícil”). A amostra foi constituída por 246 sujeitos de diferentes anos de escolaridade (7º, 9º e 11º anos), de escolas da Grande Lisboa, englobando sujeitos dos dois sexos. Como instrumento de avaliação, foi utilizada a “Escala de representações dos alunos acerca da cidadania dos professores”, ERA-CIP, que, para além de incluir as dimensões de um questionário de Rego e outros (1999, 2004), — participação, orientação prática, conscienciosidade e cortesia — contém novas dimensões, especificamente a interpessoalidade e a normatividade (gestão das normas), apresenta uma variância total explicada de 58.64% e qualidades psicométricas manifestas (Veiga et al., no prelo). A análise dos resultados permitiu observar, na generalidade das situações, diferenças significativas nas dimensões da cidadania docente inferida pelos alunos, em função da dotação. Observou-se, ainda, o efeito da interacção da variável ano de escolaridade com indicadores da dotação. O estudo termina com a discussão dos resultados e sua comparação com outras investigações, remetendo para a necessidade de novas pesquisas, em função de variáveis pessoais e familiares.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/4710
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cidadania em função da dotação (sobredotação versus infradotação)ao longo da adolescência.pdf108,43 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE