Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/475
Título: Algumas construções-WH em português europeu: periferia esquerda e fases
Autor: Amaral, Diana Filipe Travado
Orientador: Ambar, Maria Manuela, 1950-
Palavras-chave: Língua portuguesa
Construções wh
Sintaxe
Pragmática
Data de Defesa: 2009
Resumo: Os enunciados linguísticos distinguem-se pelo seu conteúdo pragmático, pela sua forma sintáctica e/ou pela sua prosódia: as frases podem apresentar uma determinada forma sintáctica consoante o valor comunicativo que pretendem veicular. As construções que observaremos contêm um constituinte [+Wh] que mantém uma relação com uma variável. Estas construções-Wh apresentam várias propriedades que as distinguem quanto ao tipo frásico em que se inserem. Na literatura, tem-se considerado que as informações de natureza discursiva estão codificadas no domínio de Split-CP (periferia esquerda) que representa a relação entre o conteúdo proposicional e o discurso. Partindo dessa ideia, vários comportamentos que haviam sido tradicionalmente considerados diferenças pragmáticas (reflectindo-se na ordem canónica e/ou na curva melódica das construções) passam a ser analisados como dependentes dos traços codificados na sintaxe e da sua verificação. Assumindo, por um lado, os princípios expostos em Chomsky (1999, 2005, 2007) Derivação por Fases' e, por outro, um domínio-CP com projecções funcionais capaz de codificar valores discursivos (Cinque 1990; Ambar 1996-2008; Rizzi 1997; Obenauer 2004; e.o.), propomos: (i) que cada valor seja atribuído numa FP diferente, i.e., que, por exemplo, a interpretação interrogativa seja codificada em IntP e a exclamativa em EvalP. A activação simultânea na mesma derivação de mais do que uma dessas projecções origina construções híbridas que discursivamente apresentam características de mais do que um tipo de construções-base (e.g., as construções-Wh com um valor de surpresa/desaprovação apresentam propriedades de interrogativas e de exclamativas) (interpretação composicional); (ii) que existe uma Periferia Esquerda discursivamente marcada que pode ser totalmente projectada ou em parte. As fases são responsáveis pela codificação da tipologia frásica distinguindo os diversos tipos de exclamativas-Wh e interrogativas- Wh e seus subtipos.
The linguistic utterances are distinguished by their pragmatic content, by their syntactic form and / or its prosody: the sentences may have a particular syntactic form as the communicative value they wish to convey. The constructions that we will observe contain a constituent [+Wh] that maintains a relationship with a variable. These Wh-constructions have several properties that distinguish their type. In the literature, it has been considered that the information related with the discursive are encoded in the Split-CP (left periphery) that represents the relationship between the propositional content and the discourse. Based on this idea, several behaviors that were traditionally considered pragmatic differences (reflected in the canonical word order and / or melodic curve of the constructions) are being examined as dependent on the features encoded in syntax and its verification. Assuming, in one hand, the principles outlined in Chomsky (1999, 2005, 2007) - 'Derivation by Phase' - and, secondly, a CP-domain with functional projections capable of encoding discursive values (Cinque 1990; Ambar 1996-2008 ; Rizzi 1997; Obenauer 2004; e.o.), we propose: (i) that each value is assigned in a different FP, i.e., for example, the interrogative interpretation is codified in IntP and the exclamative in EvalP. The simultaneous activation in the same derivation of more than one of these projections rise hybrid constructions that present characteristics of more than one type of constructions (e.g., Wh-constructions with a value of surprise / disapproval have properties of both interrogatives exclamatives) (compositional interpretation); (ii) that there is a Left Periphery discursively marked that can be fully projected or in part. The phases are responsible for encoding the sentence type distinguishing between wh-exclamatives and Wh-interrogative and its subtypes.
Descrição: Tese de mestrado, Linguística, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000571707
http://hdl.handle.net/10451/475
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
20926_ulfl071217_tm_capa.pdf40,69 kBAdobe PDFVer/Abrir
20927_ulfl071217_tm_resumo_indice.pdf74,73 kBAdobe PDFVer/Abrir
20928_ulfl071217_tm.pdf909,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.