Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4789

Título: Biodiversidade urbana: selecção e caracterização de indicadores para Lisboa
Autor: Cardoso, Mariana Cabral, 1986
Orientador: Pereira, Henrique Miguel, 1972-
Mathias, Maria da Luz, 1952-
Palavras-chave: Biodiversidade
Desenvolvimento sustentado
Gestão urbana
Lisboa - Portugal
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: A conservação da biodiversidade tornou-se uma necessidade à sobrevivência do ser humano a partir da percepção da importância dos serviços de ecossistemas, o que contribuiu para a valorização da ecologia urbana, promovendo gradualmente a necessidade do planejamento e da gestão das áreas verdes. O reconhecimento internacional da importância da biodiversidade urbana tomou corpo através da Convenção de Diversidade Biológica, enquanto instrumento político-legal em âmbito internacional sob a gestão da biodiversidade. Durante a 9ª COP a Convenção aprovou um índice de biodiversidade para as cidades (City Biodiversity Index), em 2010, Nagoya. A Proposta de indicadores para Lisboa foi baseada neste índice, na compilação e estudo bibliográfico individual dos 23 indicadores de biodiversidade, e por fim estruturada pelo grupo de acompanhamento responsável. O projeto teve por objetivo identificar e aplicar indicadores eficazes para a verificação da condição da biodiversidade no Concelho de Lisboa, criar um banco de dados possibilitando a continuidade de uma linha de estudos de monitorização e implementação de pesquisas nas áreas complementares dos indicadores e com o primeiro passo para a meta de aumentar a biodiversidade da cidade em 20% até 2020. Os resultados descrevem os aspectos mais significativos referentes ao estado da biodiversidade no Concelho, desde a identificação, tipologia, elementos integrantes, benefícios e gestão das áreas verdes. A escolha e adaptação dos indicadores para Lisboa foi suficiente para identificar a conformidade e também os aspectos a serem melhorados nas áreas verdes. Os resultados apontam para um quadro de tendências positivas, onde observa-se o esforço da autarquia para a melhoria contínua das condições atuais e por fim a adoção de medidas que permitem a perspectiva de uma Lisboa mais amiga da biodiversidade.
The biodiversity conservation has become a necessity to the survival of human beings since the perception of the importance of ecosystem services, which contributed to the appreciation of urban ecology, gradually promoting the need for planning and management of green areas. The international recognition of the importance of urban biodiversity took shape through the Convention on Biological Diversity, as a political instrument in the international-legal under the management of biodiversity. The Convention approved City Biodiversity Index proposed by Singapore during the 9th COP, introduced in 2010 in Nagoya. The proposal to Lisbon was based in the index of Singapore, bibliographic study and compilation of 23 individual indicators of biodiversity, and ultimately structured by the group responsible for monitoring. The scales of urban biodiversity were suited to the characteristics of the municipality of Lisbon. The project aimed to identify and implement effective indicators for checking the condition of biodiversity in the municipality of Lisbon, to create a database enabling the continuity of a line of monitoring studies and implementation research in the areas of information deficit and the first step to the goal of increasing the biodiversity of the city by 20% by 2020. The results describe the most significant aspects concerning the state of biodiversity in the County, from identification, type, integral elements, benefits and management of green areas. The choice and adaptation of indicators for Lisbon was sufficient to identify the line and also the aspects to be improved. The results indicate a positive picture of trends, where there is the effort of the local authority for the continuous improvement of current conditions through the adoption of plans ans strategies to the city and finally the prospect of a more biodiversity-friendly Lisbon.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4789
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc092727_tm_mariana_cardoso.pdf2,94 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia