Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/485
Título: O esclarecido vice-reinado de D. Luís de Almeida Portugal, 2º Marquês do Lavradio: Rio de Janeiro 1769-1779
Autor: Marcelino, Maria da Graça dos Santos
Orientador: Cruz, Maria Leonor García da
Palavras-chave: Lavradio, 2º Marquês do, 1729-1790
História política - Brasil - séc.18
Brasil - História - séc.18
Portugal - História - séc.18
Teses de mestrado - 2009
Data de Defesa: 2009
Resumo: O objectivo desta dissertação visa a fase delicada na história nacional que corresponde ao período pombalino num espaço como o Brasil, estando centrado no estudo das tentativas de realizar reformas estruturais a vários níveis nesse território, devido ao seu peso económico. Para levar a cabo as alterações pretendidas, Sebastião José de Carvalho e Melo escolheu D. Luís de Almeida Portugal, 2.º Marquês do Lavradio, que nomeou para o cargo de Vice-rei do Brasil, funções que foram ocupadas durante o período de 1769-1779. Pelas suas características e extensão temporal, este Vice-reinado é um dos que melhor nos revela o Brasil pombalino, sendo por tal motivo que procurámos avaliar a forma como este Vice-rei operacionalizou as reformas de que estava incumbido de executar, numa atitude em que se conjugavam as «luzes» do século com as respostas que o momento exigia. Gostaríamos de frisar no entanto, que não é nossa intenção enumerarmos reforma a reforma, mas sim a forma de actuação deste Vice-rei, nas áreas tidas como prioritárias para a recuperação económica do reino, de modo a colocá-lo a par das nações mais evoluídas da época. Para esse efeito é necessário ter em conta a fundação do Erário Régio com as suas repercussões na colónia, a criação da Junta da Fazenda Real, bem como a problemática do sul, uma vez que o Tratado do Pardo ao anular o de Madrid fizera voltar o Brasil aos seus limites primitivos. Devido a esta problemática e ao prolongado conflito militar que daí resultou, houve a necessidade de se proceder à colonização do Rio Grande de São Pedro, de modo a justificar a sua posse.
This dissertation aims to focus on a delicate phase of our national History which corresponds to the pombalino period in Brazil centered on the study of attempts to make structural reforms at various levels within Brazil given its economic power. In order to materialize these reforms Sebastião José de Carvalho e Melo has chosen D. Luís de Almeida Portugal, 2nd. Marquis of Lavradio, who was assigned to the poste of Viceroy of Brazil during the period of 1769-1779. Given its characteristics and extension in time this period its one that better shows pombalino Brazil, reason for our search through and evaluation of the Viceroy operates the reforms he was supposed to work on in a way to conjugate the lights of the century with the answers the moment called for. We would nevertheless call your attention to the fact that it is not our intention to go through each and every reform but to emphasize the way this Viceroy acted in so called priority areas to the economic recuperation of the kingdom achieving to place it at the level of the most developed nations of that time. To that purpose it is necessary to have in consideration: the foundation of «Erário Régio» and its repercutions within the colony; the creation of «Junta da Fazenda Real» as well as the problems of the south as the Pardo Treaty replacing the Madrid Treaty made the limits of Brazil return to the primitive ones. Due to this problematic and the prolonged military conflict resulting from it, it was necessary to proceed to the colonization of Rio Grande de São Pedro thus justifying its ownership.
Descrição: Tese de mestrado, História dos Descobrimentos e da Expansão, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/485
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.