Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4863

Título: Ilusões positivas em adolescentes com doenças crónicas
Autor: Inácio, Cintia Raquel Jacinto
Orientador: Marujo, Helena Águeda, 1958-
Palavras-chave: Doenças crónicas
Ilusões
Psicologia positiva
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: Com o evoluir da medicina, muitas das doenças que, até há poucas décadas eram consideradas mortais, sofreram uma evolução, permitindo que os seus portadores passassem a usufruir de maior longevidade e, também, de qualidade de vida. Neste sentido, a presente investigação pretende explorar a vivência subjectiva da doença crónica e a sua relação com o conceito de ilusões positivas em adolescentes. Como questões de investigação deduziu-se a possibilidade destes adolescentes apresentarem crenças irrealistas positivas acerca da sua vida e da sua doença, interessando também perceber como é vivenciada a doença crónica por parte do adolescente. A metodologia utilizada foi da entrevista apreciativa, através da qual se recolheram informações sobre as opiniões dos participantes, tendo por base uma perspectiva positiva da doença. Por sua vez, a amostra da presente investigação é composta por três participantes, dois do sexo masculino e um do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 13 e os 15 anos de idade, portadores de doenças crónicas, pertencendo dois ao distrito de Lisboa e um ao distrito de Faro. Através da análise dos dados, foi possível retirar algumas ideias de como funciona o sistema de crenças e como é perspectivado todo o processo pelo qual os participantes passaram.
With the evolution of medicine, many diseases, which until a few decades ago were considered fatal, suffered an evolution, allowing these people to enjoy greater longevity, and also quality of life. In this way, this research claims to explore the subjective experience of chronic illness in adolescents and its relationship with the concept of positive illusions. As research questions deduced the possibilities of these adolescents presenting positive unrealistic beliefs about their life and their disease. It is also interesting how chronic disease is experienced by the adolescent. The methodology used was the appreciative inquiry, through which we have collected information about participants' views, based on a positive outlook of the disease. Therefore, the sample of this research is composed by three participants, two males and one female, aged between 13 and 15 years old, with chronic disease, belonging two of them to the district of Lisbon and the other one to the district of Faro. Through the analysis of the data, it was possible to draw some of the ideas of how the belief system works and how it is viewed throughout the process by which the participants went through.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4863
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039640_tm.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia