Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4864

Título: A perturbação de hiperactividade com défice de atenção : que perfis neuropsicológicos
Autor: Santos, Catarina Filipa Martins
Orientador: Sá, Maria Isabel Real Fernandes de, 1959-
Palavras-chave: Hiperactividade
Neuropsicologia
Défice de atenção
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: A Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção Tipo Misto (PHDA-M) é uma das perturbações da infância mais diagnosticadas actualmente. A controvérsia em torno da heterogeneidade deste subtipo de PHDA tem vindo a ser discutida e estudada, pressupondo-se a existência de novos subtipos e a redefinição dos já existentes no DSM-IV. Esta clareza nos subtipos iria permitir adequar, mais eficazmente, as intervenções terapêuticas (Metilfenidato), psicológicas e pedagógicas às necessidades de cada criança, além de permitir uma maior precisão e decisão entre diagnósticos de PHDA-M verdadeiros ou falsos. Para além disso, poderia levar a uma diminuição da sobremedicação que se vive actualmente em relação às crianças e adolescentes com esta perturbação. Este estudo decorre de uma investigação levada a cabo na Consulta de Psicologia e na Consulta de Neurologia do Hospital de Dona Estefânia, Hospital Pediátrico de Lisboa, de cuja base de dados foi seleccionada uma amostra de 125 crianças com diagnósticos de PHDA-M. Pretende-se verificar a existência de um perfil neuropsicológico da perturbação e os efeitos das intervenções na mesma. A amostra encontra-se dividida de acordo com a Medicação (sem medicação, medicada há menos de um ano e medicada há mais de um ano), com o Apoio Psicológico (com e sem apoio psicológico) e com o Apoio Pedagógico (com e sem apoio pedagógico) e foi avaliada através da Escala de Inteligência de Wechsler para Crianças – Terceira Edição (WISC-III) sem os efeitos da medicação. Observaram-se efeitos positivos da medicação quando tomada há menos de um ano e foi possível verificar a existência de um padrão de subtestes sensíveis à PHDA-M.
Nowadays, the Attention-Deficit Hyperactivity Disorder Combined Type (ADHD-C) is one of the most diagnosed disorders in childhood. The controversy around the heterogeneity in this PHDA subtype has been discussed and studied, presuming that new subtypes exist and that the already existent subtypes in DSM-IV need to be redefined. This clarity on the subtypes would make the psychological, pedagogical and therapeutical interventions (Methylphenidate) more effective and adequate to every child‟s necessities. Moreover, it would permit a better precision and a more accurate decision between true or false ADHD-C diagnosis. This could also lead to the reduction of overmedication that is seen nowadays when it comes to children and adolescents with this disorder. This study has been made during the course of an investigation that took place during Psychologist and Neurologist appointments in Dona Estefânia Hospital, Lisbon‟s Pediatric Hospital. In this Hospital‟s database, there was a selected sample of 125 children who were diagnosed with ADHD-C. This investigation intended to verify the existence of a disorder‟s neuropsychological profile and the effects of any interventions. The sample was divided according to the medication (no medication, medicated under a year and medicated over a year), to the psychological support (with or without it) and to the Pedagogical support (with or without it). The assessment was made according to the Wechsler Intelligence Scale for Children – Third Edition (WISC-III), without the effects of medication. As a result, it was observed that the medication taken effectively during a year resulted in positive effects and it was possible to notice the existence of a pattern of subtests sensitive to ADHD-C.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4864
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039639_tm_anexos.pdf1,67 MBAdobe PDFView/Open
ulfpie039639_tm_tese.pdf748,38 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE