Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/4871
Título: O voluntariado na adolescência : um estudo exploratório sobre o impacto na auto-eficácia e na concepção positiva de si
Autor: Almeida, Joana Rita Nunes Damásio
Orientador: Marujo, Helena Águeda, 1958-
Palavras-chave: Voluntariado - Portugal
Adolescentes - psicologia
Auto-eficácia
Psicologia positiva
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: A ideia de que um indivíduo invista o seu tempo e esforço em favor de outra pessoa, particularmente quando essa pessoa é um estranho, tem suscitado o interesse daqueles que se dedicam ao estudo do comportamento humano e motivado os estudos em torno da influência do voluntariado nos que a ele se dedicam. Este é mais um estudo que pretende contribuir para o conhecimento nesta área, investigando a relação da prática de voluntariado com a auto-eficácia geral percebida e a concepção positiva de si, em adolescentes. A hipótese que se coloca é que o voluntariado reforce as expectativas de auto-eficácia e que estas, por sua vez, funcionem como facilitadoras da capacidade de alcançar a concepção positiva de si. A investigação partiu da análise qualitativa de entrevistas realizadas a oito participantes com idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos, numa perspectiva exploratória. Os resultados apontam para o potencial benéfico do voluntariado, nomeadamente em termos de satisfação, crescimento pessoal e aumento da compreensão do mundo e de realidades diferentes daquelas em que os participantes vivem. No entanto, o estudo é inconclusivo no que diz respeito à relação da prática de voluntariado com a auto-eficácia geral percebida e com a concepção positiva de si.
The idea that an individual invests his time and effort on behalf of another person, especially when that person is a stranger, has aroused the interest of those who dedicate themselves to the study of human behavior and motivated their studies about the influence of volunteering in those who are engaged. This is another study that aims to contribute to knowledge in this area, investigating the relationship of the practice of volunteering with the perceived general self-efficacy and best possible self in adolescents. The hypothesis aroused is that volunteerism strengthens expectations of self-efficacy and that these, in turn, work as facilitators of ability to achieve best possible self. The investigation was based on the qualitative analysis of interviews with eight participants aged 16 to 18 years, in an exploratory perspective. The results indicate the potential benefit of volunteering, particularly in terms of satisfaction, personal growth and increased understanding of the world and different realities than those in which participants live. However, the study is inconclusive regarding the relationship of the practice of volunteering with the perceived general self-efficacy and best possible self.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4871
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie039642_tm.pdf787,62 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.